We’re the superhumans

| 0 comentários
Esse é o anúncio do canal de TV Channel 4 para dar apoio à equipe britânica nos Jogos Paralímpicos do Rio. Embalado por uma canção cativante, o vídeo mostra os atletas competindo e em suas tarefas diárias, com a intenção de mostrar como eles são heróis genuínos dentro e fora do esporte que praticam. Vale a pena assisti-lo, pois a música é ótima e as cenas inspiradoras. via Updateordie

Resumo da Semana

| 0 comentários
Marquinhos - O ídolo azurra voltou aos gramados no último sábado, diante do Bahia. O meia iniciou a partida no banco de reservas e entrou no segundo tempo. Na terça-feira (23), contra o Sampaio Corrêa, Marquinhos foi poupado.
Silas - A derrota dentro de casa para o Bahia, no último sábado, resultou na demissão do técnico Silas. O treinador chegou ao Avaí no dia 31 de março. Em 28 jogos no comando do time, foram oito vitórias, seis empates e 14 derrotas, um aproveitamento de 35,7% dos pontos.
Evando - Como técnico interino, Evando comandou o Avaí diante do Sampaio Corrêa, na terça-feira.
A primeira - Foi em São Luis que o Avaí conquistou a primeira vitória fora de casa pela Série B desta temporada, vencendo o Sampaio Corrêa por 2 a 1, com gols de Romulo e Lucas Coelho.
Betão - O zagueiro de 32 anos estreou na terça-feira, contra o Sampaio Corrêa.
Claudinei Oliveira - Anunciado na quarta-feira e apresentado oficialmente na quinta, Claudinei Oliveira é o novo técnico do Avaí. O treinador de 46 anos já trabalhou com o Santos, Goiás, Atlético Paranaense, Vitória e, por último, o Paraná.
De casa - A nova comissão técnica foi formada pelos profissionais que já trabalhavam no Avaí. Evando como auxiliar técnico, Jaelson Ortiz preparador físico e André Croda, preparador de goleiros.
Luverdense - O próximo desafio pela Série B será na Ressacada, diante do Luverdense, na terça-feira (30), às 19h15. Os ingressos para a partida já estão à venda. via Infoesporte

Convocado para a Seleção sub-17

| 0 comentários
Boa notícia na Ressacada. O goleiro Leonardo Sulzbach, o Léo, de 16 anos, foi convocado para participar de dois amistosos com a seleção brasileira sub-17. De acordo com o Leão da Ilha, é a segunda vez que o jovem vai vestir a peça amarelinha. Agora, o desafio do jogador azurra será contra o Uruguai, em partidas marcadas para os dias 6 e 8 de setembro. Gabriel, do time principal, foi chamado pela CBF na semana passada. No caso dele, a categoria é sub-20. via Globo Esporte

Primeiro coletivo de Claudinei

| 0 comentários
"Vencer todas é difícil, mas nós vamos entrar em todas as partidas para vencer". As palavras de Claudinei Oliveira inspiraram confiança na sua apresentação como novo ténico do clube. Agora, é ver o que vai se confirmar dentro de campo.
Ontem o treinador azurra comandou o primeiro trabalho com os jogadores do Leão e montou um time com 12 jogadores. A escalação tinha Renan; Alemão, Fabio Sanches, Betão, Capa; Luan, Menezes, Renato, Marquinhos; Romulo, William e Tatá.
Também nessa semana quinta-feira) o Avaí realizou um jogo treino contra o Almirante Barroso. Os atletas que entraram em campo foram os que atuaram menos de 70min. O time começou perdendo, mas virou, com duas assistências de Marquinhos - e com direito a golaço de Tatá. via Infoesporte

Que comecem os jogos

| 0 comentários

Novo comandante na área

| 0 comentários
"Claudinei Oliveira novo técnico Avaiano, ele estava parado há três meses e o último clube que treinou foi o Paraná Clube. Tem 46 anos de idade e é como técnico ainda é novo, esse é o oitavo ano de Claudinei na profissão. Mas será que isso é um problema? Não sabemos ainda.
O fato é que ele não tem títulos como técnico do profissional, mas tem quatro com as categorias de base. Ele disse na coletiva que sabe trabalhar com atletas em formação, o que é bom já que o plantel do Avaí tem bastante guri novo e a base do Leão também tem suas peças raras.
Se ele vier para fazer o simples, sabendo que o elenco é limitado e que o campeonato do Avaí neste ano, é a permanência na Série B, ele pode trazer alegrias ao torcedor Azurra, até porque a torcida já está cansada de incentivar o time e passar vergonha.
E sobre a primeira vitória do Avaí fora de casa na Série B, Evando conseguiu organizar um time que foi melhor em campo, contou com a experiência de Betão e Fabio Sanches, criou mais e soube segurar o resultado." Cacau Corazza via Infoesporte

"Temos chances, sim"

| 0 comentários
Novo técnico, vida nova. Esse é o sentimento que paira sobre a Ressacada desde a chegada de Claudinei Oliveira. Apresentado oficialmente ontem, o novo comandante mostrou confiança na recuperação do time no campeonato e disse que é possível brigar pelo acesso à primeira divisão.
"Temos chances, sim! Trabalhando o dia-a-dia. Nossa primeira meta é nos distanciar do grupo de baixo e aí então olhar só para cima, para começar a poder arriscar. Vim para fazer uma boa campanha com o Avaí. Série B é uma competição que uma sequência de vitória pode já te deixa numa situação mais confortável e não tem nada que impeça de conseguirmos isso", disse ele. 
Claudinei começou a carreira de treinador no Santos, onde exercia a mesma função nas categorias de base. Do time principal do Santos, ele foi para o Goiás, e depois passou por Paraná, Atlético-PR, Vitória e, no início desse ano, estava mais uma vez no Paraná. Sobre o projeto do Avaí, Claudinei preferiu não falar em desafio, mas sim, em oportunidade. 
"Treinar o Avaí não é um desafio e sim uma grande oportunidade. Quero trabalhar aqui e ser reconhecido pelo bom trabalho com a equipe. Espero poder realizar meu trabalho por um longo período no Clube", afirmou o novo comandante azurra. via Infoesporte

Claudinei Oliveira chegou bem ao Avaí

| 0 comentários
"Claudinei Oliveira chegou bem. Na entrevista coletiva falou que não era um desafio estar ali, mas uma grande oportunidade na carreira. Era o que o clube precisava neste momento. Alguém eu visse no Avaí, com todas as dificuldades que o clube tem, uma grande chance. Alguém que apostasse em si mesmo. Talvez tenha sido o que faltou a Péricles Chamusca, que não quis encarar os problemas.
O Avaí é sim uma oportunidade para qualquer profissional jovem. Claudinei tem 46 anos, jovem na profissão de técnico, apesar de experiências em clubes como o Santos e o Atlético-PR. Além disso, ele foi realista sobre tudo o que pode ser feito ainda na temporada. Nada de vender sonho para o torcedor. Agora é acompanhar o trabalho, pois só os resultados vão dizer se ele vai ter uma boa passagem aqui." Rodrigo Faraco via Diário Catarinense

Os desafios de Claudinei

| 0 comentários
William - O técnico terá o desafio de recuperar o atacante William, um dos ídolos do torcedor. O atacante sofre com a seca de gols - ele não marca há 15 partidas na temporada.
A defesa - A defesa do Avaí é uma das mais vazadas da Série B do Brasileiro. São 27 gols sofridos, sendo a terceira pior neste quesito. Nos últimos três jogos, por exemplo, foram sete gols sofridos - em duas derrota e uma vitória.
Ser um visitante - O Avaí tem apenas uma vitória nesta Série B do Brasileiro como visitante - justamente no jogo anterior à chegada de Claudinei, diante do Sampaio Corrêa. Se tem um bom desempenho dentro de casa, com apenas duas derrotas, o Leão sofre para pontuar na competição longe da Ressacada. Se quer algo mais na Série B, é preciso mudar este cenário.
Poucos recursos financeiros - O Avaí sofre com esse problemas e não é de hoje. O clube tem dificuldades para ficar em dia com seus atletas e demais departamentos. No último ano, foram meses de salários atrasados, o que refletiu no investimento da atual temporada. Por isso, se o profissional desejar reforços, será difícil de trazer mais algum nomes para o grupo. via Globo Esporte

Uma imagem de hoje

| 0 comentários

Primeiras palavras de Claudinei

| 0 comentários
"Chego com muita alegria, com muita satisfação. Sinto que sou privilegiado por defender o Avaí. Vi o jogo contra o Sampaio, acho que foi importante a vitória. A gente vai buscar esse conforto na tabela. Ficar entre os 10 primeiros e depois tentar o salto. Vamos buscar. Não é impossível. A gente tem condições. Tem que trabalhar, procurar colocar as nossas ideias, respeitando a característica de cada jogador. Buscar a partir do próximo jogo os resultados positivos."
"Falo em aproveitamento, porque não posso julgar o rendimento. Não estava aqui antes. Não posso chegar e falar que tem que melhorar a equipe. Tenho que trabalhar para melhorar o aproveitamento. Tem que buscar uma sequência de vitórias, que propicie uma situação boa. Ter esse conforto na tabela, para poder olhar mais para frente." Claudinei Oliveira via Globo Esporte
"O mais importante agora é buscar uma sequência de vitórias para conquistarmos um conforto na tabela e ficarmos entre os 10 primeiros. Para conseguirmos o acesso precisamos ter 70% de aproveitamento no segundo turno, estamos com 50%. Não é fácil, mas também não é impossível, não está escrito em nenhum lugar que não possa."
"Nós vamos sentar e analisar as necessidades de contratação do clube, mas estarei sempre de olho na base. Só vamos trazer alguém de fora se for para agregar a equipe. Os torcedores podem esperar bastante trabalho, peço que acreditem no grupo porque vamos nos esforçar para fazer as coisas acontecerem." Claudinei Oliveira via Diário Catarinense

Impressões sobre Claudinei Oliveira

| 0 comentários
"O novo técnico do Avaí, Claudinei Oliveira é um cara tranquilo, apaziguador. Foram estas definições que percebi de gente que fui consultar no mundo do futebol e que já trabalhou com ele. Na formatação da equipe, a indicação que tive é que a primeira ação dele deve ser ajustar a defesa, colocando até mais proteção nos volantes.
Que trabalha como vários técnicos trabalham, com um meia centralizado e dois jogadores pelo lado campo no ataque. Não é de invenções, não é teimoso também. E que vai precisar de alguém com pulso firme ao lado dele no comando do vestiário. São indicações que não mostram nada de muito especial, mas de alguém trabalhador e correto. Talvez o momento do Avaí exigisse alguém com um pouco mais de energia. Mas pelo que ouvi, o sucesso de Claudinei depende muito mais do suporte que o Avaí der a ele para desenvolver o que pode fazer.
Evando iluminado - A entrevista mais consciente que ouvi no Avaí nos últimos tempos foi a do interino Evando, após a vitória diante do Sampaio Corrêa. Falou tudo certinho. Era o que o torcedor do Avaí precisava ouvir sobre o time e sobre a campanha e que o pode, ou não pode, vir por aí. Evando elogiou o grupo, mas deixou claro que o Avaí atual é no jogo a jogo.
Ao mesmo tempo, quando todos poderiam imaginar que, pela vitória, seria o momento dele - pensamento comum pela empolgação, mas equivocado - Evando enfatizou que não queria ser o técnico, pois não estava preparado pra isto. Foi um show de clareza de alguém que já carrega a fama de iluminado pelos gols que fez com a camisa do Avaí. De alguém que foi iluminado pelo resultado - a vitória fora." Rodrigo Faraco via Diário Catarinense

Claudinei Oliveira é o novo técnico

| 0 comentários
A indefinição quanto ao comando técnico do Avaí terminou na tarde de ontem. O clube azurra anunciou Claudinei Oliveira como novo treinador do time principal. Ele vai substituir Silas, que foi desligado da equipe no fim de semana. A apresentação do profissional está marcada para hoje, às 10h, no auditório da Ressacada.
Conforme o Avaí, a comissão técnica será formada pelos profissionais do clube, Evando, auxiliar técnico, Jaelson Ortiz, preparador físico, e André Croda, preparador de goleiros. Na terça-feira, em partida contra o Sampaio Corrêa, quem comandou o time foi Evando. 
Claudinei Oliveira, de 46 anos, estava livre no mercado. Nesta temporada, ele comandou o Paraná Clube, em boa campanha na disputa estadual. Com início ruim na Série B do Brasileirão, o treinador foi desligado do clube paranaense em junho. Claudinei iniciou a carreira como treinador no Santos. Acumula passagens por Goiás, Atlético-PR e Vitória. via Globo Esporte

Os gols de Sampaio Corrêa 1x2 Avaí

| 0 comentários

Enfim o Avaí venceu fora de casa

| 1 comentários
"O Avaí deu o primeiro passo na corrida pela permanência na Série B do Brasileiro. A primeira vitória longe da Ressacada veio num momento em que o time estava muito pressionado, pela tabela, pelas péssimas atuações recentes e pela demissão do técnico Silas. É uma vitória importante para o técnico interino Evando, o iluminado, que mostrou sua estrela mais uma vez.
Ele promoveu a esperada estreia de Betão, que foi bem no jogo, tirou William do ataque e colocou Lucas Coelho, que fez o segundo gol da equipe. Foram dois acertos marcantes do comandante eventual. O time não foi brilhante, mas foi mais efetivo em campo. A primeira vitória fora de casa pode trazer novas esperanças, mas é preciso entender que isto não significa sonhar com voos mais altos. A esperança neste momento significa caminhar pela permanência na B." Rodrigo Faraco via DC

Evando destaca espírito de equipe

| 0 comentários
Evando não escondeu a felicidade por fazer parte da primeira vitória do Leão da Ilha fora de casa na Segundona. Em entrevista coletiva, logo após o fim do embate, o comandante parabenizou todo o elenco e também a comissão técnica pela vitória. Em poucas palavras, o interino revelou como foi a conversa com o grupo antes da partida em São Luis.
- Estou muito feliz. O ponto primordial foi o comprometimento dos atletas. Ontem pela manhã, quando foi me passado o comando dos atletas, eles estavam fazendo o regenerativo. Eu chamei eles para uma conversa e perguntei: "Eu posso contar com vocês?". "Vocês são os atletas, vocês são as estrelas, vocês resolvem o problema". E eles responderam prontamente que sim. Quando o atleta se dispõe a se jogar como equipe, fica muito difícil para o adversário - explicou.
Escolhas - "Escolhemos os atletas que tinham mais capacidade de enfrentar esse calor, tem a parte física, escolhi o sistema pela parte individual de cada atleta. Para mim, que estou começando, ter pessoas como essas, toda essa equipe, departamento médico... eu fui iluminado para poder comandar o meu clube, o clube que aprendi a respeitar, a amar. Sou o avaiano mais feliz do mundo."
Vitórias fora de casa - "Uma coisa que conversamos na palestra é que no futebol temos que ter um padrão dentro e fora de casa, o mesmo padrão. O que se difere é a altura das linhas. Se a equipe jogar dentro e fora de casa com essa intensidade, vai dificultar para o adversário dentro e fora de casa. O Avaí é um grupo em formação, mas, infelizmente, estamos no meio para o fim da competição, vamos ter que jogar jogo a jogo. O treinador que vai assumir a equipe vai ter que levar essa equipe, esse time tem qualidade, o próximo jogo é a grande decisão, seja dentro ou fora de casa. Agora vamos trabalhar para terça-feira. Não se pensa no jogo fora de casa, pensa-se no jogo na Ressacada. O objetivo do Avaí agora é formar uma equipe, uma equipe com força, vontade. Acredito que temos um turno para disputar de igual para igual com todas as equipes."
O que vai falar para o novo técnico - "Eu vou enaltecer todos os atletas, o rendimento e qualidade de cada um. Vou apoiá-lo. A gente faz opção para o jogo, para aquilo que achamos que vai ser melhor para esse jogo. O treinamento do João Filipe foi excelente durante a semana, o treinamento do Caio foi excelente. Futebol é rendimento, premiamos os atletas."
Chance de ser efetivado? - "Não, não pode. Terei maior honra no momento exato de assumir o meu clube, mas esse momento ainda é cedo. Eu quero continuar estudando, fazendo cursos, continuar me aperfeiçoando, e continuar ajudando meu clube a crescer. Quando o presidente Battistotti me convidou para ser auxiliar técnico, eu vi que estava estudando, mas precisava estudar mais, precisava me aperfeiçoar. Estou ajudando meu clube, meu serviço é ajudar o meu clube, mas eu não quero me efetivar com treinador. Não é o momento." via Globo Esporte

Avaí vence fora de casa

| 0 comentários
Na noite de ontem (23), em São Luis, o Avaí conquistou o primeiro triunfo fora de casa vencendo o Sampaio Corrêa, lanterna da Série B, por 2 a 1. A partida foi válida pela 21ª rodada da competição. Na próxima terça-feira (30), às 19h15, o Avaí recebe o Luverdense, na Ressacada.
Primeiro tempo - O Avaí entrou em campo sob o comando do técnico interino Evando Camillato e teve as melhores oportunidades do primeiro tempo. Embora o jogo tenha começado um pouco sonolento, a primeira oportunidade do Leão surgiu dos pés de Lucas Coelho, aos 14 minutos, num chute forte que fez o goleiro Rodrigo Ramos trabalhar. Na sequência Renato também perdeu uma chance clara de abrir o placar.
Aos 27 minutos Pimentinha e Betão protagonizaram um dos lances polêmicos da partida. O atacante caiu na área e pediu pênalti para os donos da casa, mas o árbitro mandou seguir. Menos de um minuto depois o Avaí aproveitou a falha da defesa do Sampaio Corrêa e balançou a rede. Romulo bateu rasteiro e marcou o primeiro do Leão da Ilha.
Segundo tempo - Na segunda etapa o time da casa tentou o empate nos primeiros minutos com Pimentinha, mas as tentativas pararam no goleiro Renan. Aos 15 minutos Lucas Coelho ampliou para o Avaí. Numa jogada pela esquerda do Capa o atacante fez 2 a 0 para o Leão. Aos 40 minutos Alemão derrubou Tássio na grande área e o árbitro marcou pênalti. Elias foi para a cobrança e diminuiu para o Sampaio Corrêa. Fim de jogo no estádio Castelão, Sampaio Corrêa 1, Avaí 2.
Avaí - Renan; Alemão, Betão, Fábio Sanches e Capa; Luan, Menezes (Judson) e Renato; Tatá (Caio César), Romulo e Lucas Coelho (João Filipe). Técnico: Evando Camillato.
GOLS: Romulo (27'1T), Lucas Coelho (15'1T) e Elias (pên 41'2T).
CARTÕES AMARELOS: Renan, Luan, Lucas Coelho e Tatá do Avaí; Rodrigo Arroz, Elias e Pimentinha do Sampaio Corrêa. via Infoesporte

A musa do adversário

| 1 comentários
Cinthya Cavalcante (meio) foi eleita a Musa 2015 do Sampaio Corrêa.

Sampaio Corrêa não terá zaga titular

| 0 comentários
Lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro, o Sampaio Corrêa realizou nesta segunda-feira (22) o único treinamento para encarar o Avaí, dentro de casa. O técnico Flávio Araújo perdeu a dupla de zaga titular para o duelo. Os zagueiros Luiz Otávio e Wagner Fogolari receberam o terceiro cartão amarelo no jogo com o Vasco, no sábado (20), e estão suspensos. No treino de hoje o comandante trabalhou com Héverton e Rodrigo Arroz. Além dos desfalques na defesa, o meia Lucas Sotelo e o atacante Thiago Santos também não poderão entrar em campo amanhã. Os dois foram vetados pelo departamento médico. via Infoesporte

Avaí visita o lanterna Sampaio Corrêa

| 0 comentários
Em duelo na parte de baixo da tabela, Sampaio Corrêa e Avaí medem forças no Castelão às 19h15 de hoje, pela 21ª rodada do Brasileiro da Série B. Dois pontos acima da zona de rebaixamento, o Leão tenta se recuperar das duas derrotas seguidas que custaram o cargo do técnico Silas, enquanto o Bolívia Querida precisa melhorar para deixar a lanterna da Segundona.
Com apenas 38,3 % de aproveitamento, Silas deixou Florianópolis após a derrota por 3 a 0 contra o Bahia, o que colocou o Avaí na 15ª posição com 23 pontos. Ao todo, o treinador somou seis vitórias e cinco empates, mas teve nove derrotas desde o início da Série B. Agora sob o comando do interino Evandro Camillato, o Leão muda o time titular, já que deve entrar com três atacantes: Tatá, Rômulo e Lucas Coelho e, assim, Marquinhos voltará ao banco de reservas.
Com isso, o provável time do Avaí deve contar com Renan; Alemão, Fabio Sanches, Betão, Capa; Luan, Menezes e Renato; Tatá, Romulo e Lucas Coelho. Provável opção no banco, o veterano Marquinhos minimizou a reserva e afirmou que não pode ser o salvador da pátria no Avaí.
“Posso ajudar, como vou ajudar. Mas não posso carregar o fardo sozinho, temos um plantel de 40 jogadores. Todo mundo melhorando coletivamente e individualmente, vamos ajustar a equipe. Não vai ter salvador da pátria, pois não existe isso”, disse o meia.
Se a situação no Avaí está complicada, o caso do Sampaio Corrêa é ainda pior. A equipe não vence há oito jogos e ocupa a lanterna da Série B com 14 pontos ganhos. No último jogo, porém, a equipe empatou com o líder Vasco fora de casa, o que foi motivo de comemoração dos atletas, que agora esperam uma melhora do Bolívia Querida.
“Por mais que a vitória não tenha vindo, essa boa partida vai trazer confiança e dar um ânimo novo para o nosso grupo no restante do campeonato. Mostramos que temos condições de dar a volta por cima”, frisou o lateral esquerdo Hevérton. via Gazeta Esportiva