Água parada não move moinho

|
Geninho já detectou esse marasmo no poço onde o Avaí se meteu nas últimas quatro rodadas, disso o torcedor pode ficar absolutamente certo. As águas turvas desse futebol pouco eficiente conseguiram irritar o técnico avaiano, que já acena com mudanças para a equipe que enfrentará a Ponte Preta na próxima terça-feira. Bocão, Diego Felipe e Bruno Mendes são as bolas oito da vez, devem pegar um banquinho de leve e servirem de alerta para os demais meninos barbados do elenco.
Foto André Palma Ribeiro Avaí FC
Além das cobranças de Geninho, é certo que o grupo deve estar "discutindo a relação" nos momentos de ajuntamento. Os remanescentes de 2013 não querem ser novamente protagonistas de um fracasso na reta de chegada da série B e os que chegaram para essa temporada estão aprendendo que essa é uma marca que não acrescenta nada ao currículo de um atleta que pensa em continuar sua carreira em alto nível e com salário acima de cinco dígitos.
A luz que está nitidamente amarela periga ficar "laranja" após o complemento da 30ª rodada nesta sexta e sábado. Vasco e Ponte podem disparar nas primeiras posições, Joinville ou Ceará podem ultrapassar o Avaí e a distância para o 5° colocado cair para apenas um ponto. Nesse cenário de aproximação daqueles outrora distantes no espelho retrovisor, a partida diante da Malaca de Campinas já começa a ter status de decisão. Uma vitória será motivo de redenção suprema. Um empate, é aquela coisa meio barro, meio tijolo. Já uma derrota, meus amigos, haja palestra motivacional para retomar o caminho do acesso. Mas isso quem vai decidir são eles, os meninos barbados de Geninho.

Um comentário:

Unknown disse...

Será que para ficarmos mais calmos, precisamos saber se acertaram o "bixo" pelo acesso ?? rsss
Provas de que é assim funcionam as coisas, nós nao precisamos mais !!

Marcelo Alves

Postar um comentário