Calça de veludo ou bunda de fora

|
Não há meio termo para o Avaí nesta noite em Lucas do Rio Verde. Embora o empate garanta mais uma rodada no G4, apenas uma vitória poderá separar as águas barrentas de uma sequência de três derrotas consecutivas daquelas que poderão conduzir ao acesso. Para um elenco sofrível em termos de potencial técnico, tudo o que Geninho não quer administrar é um buraco emocional repleto de inseguranças, baixa autoestima e a assombração pela repetição do mesmo roteiro de 2013.
O Luverdense não serve para ser o último biscoito do pacote, haja vista que sua meta para o campeonato é apenas afastar em definitivo o risco de queda para a série C. Fora isso é um franco atirador e seus atletas querem apenas que algum empresário que lhes sorria com um contratinho mais interessante para 2015. Infelizmente a gente sabe que é justamente diante de adversários assim que o Avaí costuma entregar a rapadura, sina que não pode se repetir hoje de maneira nenhuma.
Todos na Ressacada sabem que a partida é chave no projeto de aproveitar alguma coisa nessa temporada. Se pensasse em contar com seus atacantes, o Avaí nem precisaria ter enfrentado o rally aéreo e terrestre para chegar na distante cidade de Mato Grosso, Há oito jogos sem saber o que é balançar as redes, o setor ofensivo do Avaí é realmente ofensivo. Ofende os olhos, ofende a paciência, ofende a inteligência, ofende o bom futebol, ofende a vontade de vitória, uma desgraça.
Por isso Geninho já esboça uma nova formação para hoje. Atacante, atacante mesmo,apenas Anderson Lopes, já que todos os outros sete ou oito "matadores" do elenco já provaram que aqui não renderão o mínimo que se esperava deles. Assim o Leão da Ilha vai a campo num 4-5-1 com Vagner; Bocão, João Filipe, Antônio Carlos e Eltinho; Eduardo Costa, Eduardo Neto, Diego Felipe, Diego Jardel e Marquinhos; Anderson Lopes. Manter a posse de bola e garantir uma vitória, as metas de hoje.

4 comentários:

Augusto disse...

O problema é que quando continuamos a fazer as mesmas coisas, alcançamos, sempre, os mesmos resultados, realmente é necessário mudar, criar algo novo.
Acho que o Geninho demorou e muito.
Byghal.

George Porto disse...

Bateu o desespero e acho que mesmo conseguindo um empate se for com essa bolinha sem vergonha que estão jogando já pode preparar a faxina para o ano que vem.

Sérgio disse...

Se estiverem pensando em segurar um empate pode esquecer, já vimos o filme, segura até os 35 do segundo tempo toma um gol, parte pra cima veio umas vacas brabas e leva o segundo no apagar das luzes. Tá muito feia a coisa e o Santa Cruz vem com tudo.

Serginho_JEC disse...

Agora vai..................................rsrsrsr

Postar um comentário