Fomos novamente enganados?

|
Ontem o matemático Tristão Garcia apresentou seus cálculos de acesso para a turma de cima da tabela da série B. Ponte Preta e Joinville têm 99% de chances, seguidos por Vasco com 81%, Santa Cruz com 34% e finalmente Avaí com minguados 27%. Coincidentemente ontem tivemos uma reunião para lavar a roupa suja na Ressacada, onde após duas horas de sincericídio, Chico Lins veio à público decretar um revés de proporções tsunâmicas a sua credibilidade junto ao torcedor avaiano.
Indignação - Foto Jamira Furlani Avaí FC
Segundo as palavras do diretor de futebol "Se tem jogadores que talvez não estejam completamente comprometidos, não com o Avaí, mas com sua profissão? Eu acho que tem (...)". Uma declaração sui generis, me parece.
Primeiramente, Chico Lins não deveria achar, deveria ter certeza. Se mais uma vez está fazendo jogo de palavras para não magoar os meninos mimados de Geninho, isso é problema dele, mas se espera mais convicção e atitude de um profissional contratado exclusivamente por ser "bom de vestiário". Se não tem a informação precisa, se não tem certeza do que diz e ainda mantém essa dúvida em relação ao comprometimento do grupo, peça para sair porque não está fazendo aquilo para o que foi designado.
Segundamente, Chico, se o atleta não está comprometido com a sua profissão e faz parte da folha de pagamento do Avaí, é óbvio que o barbado também não está comprometido com o Avaí. Qual a sua dúvida em relação a isso? Mas o que mais decepciona o torcedor é tomar conhecimento desse corpo mole de alguns jogadores do elenco no final de outubro, quando o bezerro já está no brejo aguardando a chegada de sua mãe, a "vaca" da eliminação da disputa pelo acesso à série A de 2015.
A pergunta que gostaria de fazer a Chico Lins, por quem tenho admiração pessoal desde os tempos em que trabalhava no rival do Estreito, é onde ele estava todo esse tempo em que afirmava que o grupo estava coeso no obetivo, sofrendo todos juntos, se cobrando mutuamente e, principalmente, irmanados na busca da recuperação. Era mentira, Chico? Pois até ontem esse era o seu discurso.
Se era, perdes o que tinhas de mais valioso junto aos avaianos, a credibilidade em tudo o que dizias pessoalmente ou por intermédio da imprensa esportiva. Se não era, se realmente acreditavas que estava tudo bem, então precisas rever a sua forma de trabalho no mundo do futebol. Urgentemente.

5 comentários:

Sergio Nativo disse...

Concordo e assino embaixo. So um porem, fora as quadras onde Chico Lins deu certo no esporte? Chance de mostrar serviço no Avai e se consagrar ele teve, porem mais uma vez foi engabelado pelo amigo Uruan. O cara prometeu um carrão , carcou no dele e lhe deu uma motinha desgovernada chamada Bocão. Escafedeu.

George Porto disse...

Vim seco para comentar isso no blog e dei de cara com o post. Perfeito e assino 100% do que escreveste!

JEQUEANO JEC disse...

ops! hã?, errei! , estava procurando um blogueiro se série A, mas já que parei aqui por engano gostaria de aproveita e saber o pq do sumiço do teu substituto no passional Cvai? acho que ele deve ta com um problema feio de C........neira pq faz dias que não aparece por la , hauahuahaua

George disse...

Já que os "profissionais" da bola não querem mais jogar, que o Avaí entre com os juniores até o final do campeonato, a partir do próximo sábado. Ao menos teremos raça.

Serginho_JEC disse...

É isso ai Geoge.
🎶Geoge, George, Geo,Geo,Geo Georje🎶. O leão banguela e o George da Floresta.

Postar um comentário