O Avaí e seus muitos tsunamis

|
Áudio de jogador xingando torcedor, declaração de outro se sentindo injustiçado, ainda tem aquele que leva a gravação da entrevista para provar que não disse o que disse, "geladeira" do professor para dois ou três do elenco tido como 100% comprometido e com uma camisa de homenagem a uma cidade catarinense que é motivo de gozação em todo Brasil e até no exterior.
Enfim, em meio a essa bagunça profissional e psicossocial que o Avaí entra em campo hoje para enfrentar a já rebaixada Portuguesa de Desportos, com a obrigação de vencer para continuar dando esperança aos poucos torcedores que ainda acreditam no milagre do acesso. Geninho sabe que não tem outra alternativa então tenta sacar da cartola mais uma de suas criações arrasa-quarteirão.
Bocão, Eltinho, Anderson Lopes, Revson e João Filipe saem da titularidade, o que dá uma nova cara para todos os setores. Bocão e Diego Felipe não estão sequer entre os reservas. Atitude inusitada para um Geninho que há pouco jurou que o Avaí era uma família de comprometimento. Com isso, os 11 para a partida de logo mais às 19h30 são: Vagner; Marrone, Antônio Carlos, Pablo e Carleto; Eduardo Costa, Eduardo Neto, Diego Jardel e Marquinhos; Roberto e Diego Viana.

Um comentário:

Unknown disse...

Tem coisas que eu nao entendo...........entao Marrone (que agora volta a lateral direita), tambem estava descomprometido quando foi sacado da lateral esquerda, época em que o Avai funcionava neste campeonato ??
A verdade é que o Avai desta gestao, continua a mesma vergonha da gestao passada. A tal de AZ/DZ.......e com uns terreninhos a menos, digamos assim !!

Marcelo Alves

Postar um comentário