O que vem pela frente

|
Como vimos, esta última rodada foi deveras condescendente com os "esforços" de alguns jogadores moleques que, segundo Chico Lins, não estão levando à sério o contrato de prestação de serviços assinado com o Avaí FC. Após a reveladora entrevista coletiva do Diretor de Futebol do Leão da Ilha, estranharei se não tivermos notícias de afastamento de nenhum personagem do elenco profissional. Está tudo perdoado? Voltarão a confiar em quem nunca mereceu confiança?
Fora isso, olhando para os cinco compromissos finais do Avaí nessa reta de chegada da série B, observamos alguns pedregulhos bem pontiagudos pelo caminho. Na sequência teremos Oeste (C), América/MG (F), Portuguesa (C), Santa Cruz (F) e finalmente Vasco (C). Ainda que nenhum adversário possa ser menosprezado, apenas Oeste e Portuguesa podem ser contabilizados como vitórias mais acessíveis. Nos demais confrontos o Avaí terá que jogar muito, muito mais do que vem jogando para continuar vivo no sonho do acesso.
Se decretarmos o Atlético/GO, o atual último do G4, como o time a ser batido, sua sequência tem Ceará (F),  Paraná (F), Bragantino (C), Sampaio Corrêa (F) e Santa Cruz (C). Se não é uma missão mamão com açúcar, vamos e venhamos, são compromissos bem menos cabeludos do que aqueles do Maior de SC. O que podemos projetar de agora até o dia 29 de novembro é uma autêntica briga de foice no escuro, onde apenas os mais comprometidos triunfarão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário