A paixão que rende bons frutos

|
Após expulsão, Eduardo Costa e Marquinhos assistem FIG 1x2 AVA nas arquibancadas como torcedores. Foto DNAzul Fev2014
Texto de  José Antonio Lima para o Esporte Fino / Carta Capital - "Por mais precária que seja a situação do futebol brasileiro, ainda é possível encontrar momentos nos quais fica claro que o amor pelo esporte, e pelo clube, vale a pena. A vitória do Avaí sobre o Vasco, no sábado 29, e o consequente acesso do clube catarinense para a Série A em 2015, foram prova disso.
O Avaí chegou à última rodada com chances de subir, mas precisando de uma improvável combinação de resultados. O time teve diversas oportunidades diante do Vasco, mas só marcou uma vez, com Marquinhos, o meia que se tornou o símbolo do time e foi decisivo na arrancada final da Série B.
Para subir, vencer o Vasco não bastava. O Avaí contou, então, com o imponderável. Diante do rebaixado Icasa, o Boa Esporte, que dependia apenas de suas forças, foi dominado e derrotado pelo clube cearense. Ao mesmo tempo, o Atlético-GO, que iria para a 1ª divisão com o resultado ruim do Boa, tomou uma virada do Santa Cruz em apenas 8min.
A emoção do acesso - fruto de uma arrancada final espetacular, de uma vitória sobre o Vasco, o maior time da Série B em 2014, na última rodada, e das derrotas de dois oponentes - seria suficiente para emocionar qualquer jogador. Para Eduardo Costa e Marquinhos havia um ingrediente especial.
Os dois são amigos, começaram juntos e são torcedores do Avaí. Após passagens por grandes times, enfrentaram um 2013 terrível no clube catarinense e, agora, conseguiram se recuperar. Torcedores de times grandes trocariam conquistas por ter em seu time jogadores-torcedores que sofram, chorem, vibrem e riam como se estivessem na arquibancada.
Em um país no qual é cada vez mais comum ver crianças envergando uniformes de times europeus e jogadores desprezando as cores que vestem, talvez o bom caminho seja apostar em pratas da casa e em atletas identificados com a torcida. Talvez seja hora de valorizar a história dos clubes e promover um retorno às raízes." Nota do blog: e há aqueles que sonham com M10 e EC5 longe do Avaí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário