Apenas negócios, nada mais

|
E assim, com uma tuitada piegas que buscou lançar culpa sobre o Avaí, William repete mais um capítulo da novela "Eu vou, mas não agora". Percebendo a repercussão negativa de sua mensagem virtual, tentou remendar: "Prioridade não significa dinheiro, as pessoas confundem as coisas. Hoje estou no Ceará e vou fazer de tudo para essa equipe ser campeâ". Enfim, o atacante preferiu o contrato mais generoso oferecido por um clube da série B, ninguém pode condená-lo por isso, mas a sua tentativa de deixar uma porta aberta no coração do torcedor é desnecessária. Se algum dia vier a vestir o manto azurra, será tratado com respeito pelos gols que marcar (se marcar), mas não como um ídolo. Não apenas para ele e seu empresário, mas para nós também será apenas negócios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário