Depois de Ronaldinho, William

|
Como se pode perceber, essa não é uma notícia ou informação certeira de Roberto Alves, o assessor de imprensa extra-oficial do Avaí. Em sua coluna o cronista se resguarda do que poderia ser considerado mais um balão de ensaio da imprensa da Capital usando duas vezes a palavra "pode". Depois de Cacau Menezes e seu Ronaldinho Gaúcho, é a vez de Roberto tentar vender mais um sonho para o torcedor avaiano, dessa vez, William. Mas lembre-se: se acertar, foi um furo informativo. Se errar, confirma-se que "no futebol uma verdade não dura 24h".

Um comentário:

Pablo Antony disse...

Com certeza o Willian valeria a pena, mas acho difícil. Sobre Ronaldinho não vale nem comentar. Mas ainda está muito fraca a movimentação no Sul da Ilha. Tomara que a partir de hoje a tarde melhore.

SDS Avainas!

Postar um comentário