Segundo Macedo, o Avaí está refém

|
Nilton Macedo, no discurso  de posse como presidente do Avaí em dezembro de 2013.: "Estamos abertos a todas as parcerias desde que sejam adequadas, sem ultrapassar quatro jogadores por parceiro, para que a gente não fique refém do empresário". O tempo passou, a palavra dada se flexibilizou, o planejamento se adaptou e hoje Eduardo Uram tem 11 jogadores no elenco. Parece um círculo vicioso: se o Avaí não está refém de um patrono, está das suas dívidas. Se as dívidas estão sob controle, fabrica uma engenharia administrativa para ficar refém de um empresário.

Um comentário:

Unknown disse...

Assino embaixo......e com caneta azul !!

Marcelo Alves

Postar um comentário