Avaí, de primeira

|
Matéria do Globo Esporte - "A organização, contra o empenho. O pequeno, contra o considerado grande. Na noite desta quinta-feira, o Metropolitano jogou mais futebol do que um desesperado Avaí e conseguiu a vitória por 2 a 0. Na Ressacada, diante de 4.412 torcedores, o Leão chegou a buscar o empate com Iury, depois de um gol marcado por Ariel no primeiro tempo. Quando a partida se encaminhava para a igualdade, o time de Blumenau encaixou um contra-ataque, e aos 45 da etapa final, Altino garantiu a vitória e afundou a equipe azurra na lanterna.
Para o Leão, o ano de 2015 não começou. A equipe de Geninho não sabe o que é vitoria e segue sem apresentar bom futebol. Contra um Metropolitano encaixado, sucumbiu a um futebol melhor do adversário e que soube controlar. No primeiro tempo, teve a posse de bola, enquanto na etapa final não se contentou com o empate e apostou nos contragolpes.
Com a vitória, o Metropolitano é agora o terceiro colocado e chegou aos oito pontos. Na próxima rodada, encara a líder Chapecoense, em Blumenau, às 16h de domingo. O Avaí soma apenas dois pontos na competição. Joga também no domingo, às 18h30, diante do Marcílio Dias, em Camboriú."

2 comentários:

Gilberto disse...

O time do Avaí é ruim, mas essa matéria do Globo Esporte consegue ser pior.

"Contra um Metropolitano encaixado, sucumbiu a um futebol melhor do adversário e que soube controlar. No primeiro tempo, teve a posse de bola, enquanto na etapa final não se contentou com o empate e apostou nos contragolpes".

Que jogo o cara viu? Com toda a limitação do time, o Avaí dominou a partida, teve umas três ou quatro chances boas para marcar e o goleiro do Metropolitano salvou o time pelo menos umas três vezes, além do pênalti.

A nossa imprensa comenta apenas com base no resultado do jogo. Se ganhou, o time é bom. Se perdeu, o time é ruim. E ponto final. E tem um monte de torcedor que repete o que esses caras falam, principalmente aquele metido a intelectual, que há 100 anos é pago para opinar e não opina. Há 100 anos está em cima do muro. Só opina depois do jogo.

Sobre o Avaí, é lamentável que um time de Série A seja lanterna do campeonato, mas não é surpreendente. Há muitos anos a Diretoria do Avaí despreza o Estadual, achando que a única coisa importante é o Brasileiro (Série A ou B). O resultado desse desprezo tá aí. Vamos lutar para não cair e agradecer aos céus se ficarmos na primeira divisão do Estadual.

Vou falar pela milésima vez: o Estadual é o campeonato mais importante, porque é o único que o Avaí entra com chances de vencer. E um clube, grande ou pequeno, vive de títulos. O que há muitos anos a Diretoria do Avaí não consegue entender é que é possível ir bem no Estadual e no Brasileiro. Dá para fazer as duas coisas. Esse papo de priorizar o Brasileiro e dar vexame no Estadual é mais uma prova da incompetência desse grupo que administra o Avaí há 16 anos. E que foi eleito por 70% dos sócios. Piada!

Aloísio Campeche Silveira disse...

Pingo e o Metropolitano mostraram o que é determinação, o que é empenho, o que é ter consciência do seu poder, sua vontade. Acreditar que pode e trabalhar para tanto, isso é o que conta.
O nosso Avaí, é hoje, como já foi em 2014 um amontoado de jogadores, que a mídia abençoou quando foram contratados "o Avaí está montando um grande elenco" - "Coméquié"????!!!
O Avaí perde é prá si mesmo, o elevado ego de seus atletas e diretoria, os impede de ver e entender que o futebol se joga é no campo, desculpas esfarrapadas não mais serão aceitas. É preciso assumir a incompetência para acabar com esse marasmo dentro e fora do campo. Jogar bonitinho (quando joga), não ganha jogo, determinação e competência sim, sempre!
Esses caras deveria ter vergonha e pedir prá sair. Não me refiro somente aos jogadores!

Postar um comentário