Avaí, de primeira

|
Entrevista pós-jogo de Geninho: "Baixa qualidade técnica - É difícil, a maioria dos gols saíram de bola aérea. Os dois únicos de bola trabalhada foram do Anderson. Mas o campo não dava de jogar e não tinha como jogar. Era pressão e o jogo era assim, não posso analisar o time em um desenvolvimento técnico, muita luta e garra dos dois lados.
Time ideal
Eu tenho que colocar esse time em um campo melhor para ver. Se eu não tiver problema, essa vai ser a base. O Anderson foi bem, melhor que o Roberto, tem chance de ganhar. Esperamos para ver em um campo melhor e saber se esse time vai render na parte técnica.
Retorno de Antônio Carlos
Quando ele voltou, optamos pela escalação. Sabia que ele iria bem, tem minha confiança. A dupla de zaga foi bem, o Philipe Maia também, gostei do Pablo. Eu vi o Uelliton melhor, Renan participativo, gostei demais do Tinga. Aos poucos a gente vai se ajustando.
Análise de Willian Rocha
Ele foi melhor na lateral do que na zaga, ali é o lugar dele. A bola aérea dele é boa e eu perco um pouco de agressividade, mas me dá mais segurança. Depois que ele saiu o Marcílio teve mais facilidade para jogar. A tendência é que ele cresça e possa nos ajudar ainda mais.
Classificação para o hexagonal
Complicado é, mas é possível. Só que não é bom trabalhar sempre no limite, mas infelizmente por um começo ruim que tivemos e chances que deixamos escapar, você está nessa situação. Não vai ser fácil e o que vai valer é a vitória no final se conseguirmos, vamos torcer para que a gente consiga. Se fizermos bem essas vitórias, a equipe entra motivada, mas falta muita coisa ainda.
Análise de André Lima
O André Lima tem história e esperamos ele crescer de produção. Ele sabe que tem que colaborar com o grupo mais do que está colaborando. O André não era jogador para 90, eu ia tirar ele se o Willian não morresse, tinha algumas alternativas, mas foi o que deu para fazer."

Nenhum comentário:

Postar um comentário