Avaí, de primeira

|
Matéria do portal GE: "Avaí deve perder seis pontos na tabela - A situação que parecia melhorar na Ressacada após a primeira vitória na competição, ganhou outro contorno no fim da noite desta segunda-feira. O motivo é a atuação irregular de Antônio Carlos no duelo contra o Marinheiro, no Robertão, em Camboriú. O zagueiro não foi inscrito no Catarinense e não poderia atuar na partida. Como punição, o Leão pode perder seis pontos e cair para a lanterna na tabela de classificação.
A informação sobre a irregularidade na competição chegou ao conhecimento da diretoria do Avaí no período da manhã. Uma reunião foi realizada com a cúpula para entender a situação e buscar uma solução para o caso. Conforme o regulamento, o Leão perde três pontos pela escalação de atleta não regularizado e mais três por ter ganhado a partida contra o Marcílio.
Antonio Carlos chegou ao clube azurra por empréstimo ao Corinthians. Após se destacar na Série B e ajudar o Leão da conquista do acesso à elite em 2014, teve o contrato renovado. A estreia foi adiada por uma lesão no tornozelo durante um treinamento da pré-temporada. O Avaí está na nona colocação, com cinco pontos tomados. Caso a punição seja confirmada, o clube da capital ficará com saldo negativo e, consequentemente, irá disputar o quadrangular contra o rebaixamento."
Nota do blogueiro: como torcedor, espero que seja um mal entendido burocrático. Não se concebe que o Avaí, um clube profissional e com ISO9001 em seus processos, tenha cometido tamanho erro.

Um comentário:

Aloísio Campeche Silveira disse...

Olha só Gerson e amigos, chega a ser revoltante, vergonhoso na minha opinião, e nem quero aguardar a tal entrevista do presidente do Avaí, não importa quem errou (se é que a irregularidade existiu de fato), é indesculpável que nos dias de hoje, com o departamento jurídico que o Avaí tem, e ainda, com a facilidade de se obter informações, além de ser sabedor que qualquer jogador irregular pode (e deve) causar constrangimento e perdas ao clube (e a torcida), ainda venham a ocorrer situaçoes deprimentes como esta. Se o erro partiu da direção do Leão, não precisa nem dar a tal entrevista, se partiu da Federação, que se vá até as últimas consequências para defender o o nosso Avaí.

Postar um comentário