Avaí entre o céu e o inferno

|
Se o Avaí precisava de uma razão extra para fazer a sua primeira vitória no campeonato nesta noite diante do Metropolitano, o Internacional fez isso ao vencer o Marcílio Dias e largar a lanterna aqui pelas bandas do Sul da Ilha. Não tem meio termo, hoje é calça de veludo ou bunda de fora, ou vence e parte rumo ao G6 do Delfinzão ou começa a dar adeus às pretensões do 17° título estadual.
Geninho ainda está às voltas com a busca de seus 11 titulares. Uma sina que vem acompanhando o Avaí desde há muito, e que novamente dá as caras na temporada 2015. O torcedor avaiano já está cansado desse ciclo vicioso e não pensa em ver mais uma vez desfilar no gramado da Ressacada uma equipe sem sangue nas veias. Lutar é preciso e somar três pontos é fundamental.
Pressionado que está, o treinador azurra lança mão de uma formação com três atacantes. André Lima, Anderson Lopes e Roberto serão os rompedores de área com a missão de queimar nossas línguas em relação às suas atuações improdutivas nesse ano. Concluindo, espero ver Rômulo como armador da equipe, já que Renan Oliveira ainda não disse a que veio. Foto divulgação Agência RBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário