Um empate ruim para o Avaí

|
De um lado o Avaí, recheado de desfalques por suspensões e atuando pela segunda vez na temporada. Do outro, um Criciúma com moral baixa, jogando fora de casa e com 2/3 da equipe formada por garotos recém chegados das categorias de base. Pesando tudo isso na balança, o domínio azurra já era esperado, o que realmente aconteceu, mas ainda não com um bom futebol.
O primeiro tempo poderia ser facilmente riscado do mapa dessa partida, uma vez que as duas equipes pouco ou nada produziram que merecesse ser comentado. O segundo tempo foi mais movimento, não só pela entrada de André Lima, que mostrou ter bola de sobra para o Campeonato Catarinense, mas também pela expulsão de um atleta carvoeiro aos 17min. Oportunidade de ouro para Geninho e cia.
Sofrendo pela falta de entrosamento e com limitações no setor de criação e ataque, o Avaí não soube aproveitar a deixa para fazer a vitória na Ressacada. O Criciúma se limitava aos contra ataques, buscando garantir pelo menos um pontinho. E conseguiram, com muita cera, mas conseguiram.
Um 0x0 decepcionante para 6.354 torcedores, mas que pode ser considerado normal nesse momento da competição. Problema, problema, problema mesmo é o próximo compromisso, diante de Atlético em Ibirama, onde frequentemente o Avaí fax coza... coza ao contrário. Foto Cristiano Estrela

Um comentário:

GeorgeAB disse...

Dois jogos e só comprovou o que eu pensava, Claudinei não pode ser o 8.

Postar um comentário