Avaí, de brincadeira

|
Conselho conclui caso Antonio Carlos - O Conselho Deliberativo do Avaí FC apresentou, em reunião extraordinária na noite desta terça-feira (24), o relatório da Diretoria Executiva com as respostas referentes ao questionamento proposto pelo Conselho na reunião do dia 2 de março.
A Executiva informou no documento que houve um erro de comunicação no caso Antonio Carlos e que ao tomar conhecimento do ocorrido no dia 23 de fevereiro iniciou a apuração. Foram analisados os processos do futebol, jurídico e supervisão do futebol. Apurou-se que o futebol escalou o jogador sem checar o BID e que tratou-se de um erro humano. 
Decidiu-se que o funcionário Paulo de Oliveira, que atua no registro, não teve culpa. Bruno Comicholi, do jurídico, não agiu como responsável pelo erro. O documento concluiu que houve falha de comunicação de Carlos Arini (Diretor de Futebol) e Vinicius Almeida (Supervisor), que foram advertidos e punidos com o pagamento da multa de 8 mil. O Conselho deu o assunto por encerrado.
A comissão composta por 3 conselheiros esteve por 3 oportunidades na Ressacada onde foi recebida pela Diretoria Executiva e concluiu que houve um erro de comunicação entre os setores do clube no caso Antonio Carlos. O Conselho recebeu ainda outros documentos da Executiva.
Um deles que pede a adequação da Medida Provisória, aprovada na semana passada em Brasília, ao novo estatuto que será aprovado este ano. Outro pede uma reunião para o dia 14 de abril para apresentação de balanço de atividades e de gestão. O encontro foi aprovado (...). Nota oficial AFC

3 comentários:

Aloísio Campeche Silveira disse...

O título do post resume tudo, nem vou comentar.
Parabenizo os torcedores do Vitória e o bom senso do presidente, que mesmo tendo um bom trabalho anterior, acatou a vontade dos torcedores, que não é o nosso caso.

Sandro Azevedo disse...

Me lembra a música "Festa no Apê"....

Gilberto disse...

Honestamente, alguém esperava outra coisa? Faz 16 anos que é assim.

Postar um comentário