E o presidente renunciou

|
Após o rebaixamento para a Série B em 2014 e a eliminação precoce no Campeonato Baiano 2015, o então presidente do Vitória, Carlos Falcão, não resistiu à pressão e renunciou ao cargo no início da noite desta segunda-feira (23), em carta entregue ao presidente em exercício do Conselho Deliberativo, Silvonei Sales. Falcão assumiu a presidência do Conselho Diretorno final de 2013.
Em 2007, Falcão foi eleito vice-presidente administrativo e financeiro e reeleito três anos depois. Enquanto esteve presente na claque administrativa, promoveu uma reestruturação financeira e participou de campanhas de sucesso, como a 5ª colocação no Campeonato Brasileiro de 2013, o vice-campeonato da Copa do Brasil, em 2010, além de títulos estaduais.
Antes de começar a reunião do Conselho Deliberativo, cerca de 200 torcedores do Vitória foram até o Barradão exigir a saída de Carlos Falcão. Quando a renúncia foi confirmada, os torcedores comemoraram em frente ao clube. Os torcedores ainda se manifestam exigindo eleições diretas no Vitória. Atualmente, quem escolhe o presidente é o Conselho Deliberativo. Foto Thiago Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário