Final de Copa numa Ressacada on fire

|
Não importa a imagem que se use, o título que o acompanhe e o tamanho do texto, esse será um dos posts menos lidos da semana. E a razão é muito simples: ele não trata diretamente de futebol. Uma reunião de Conselho Deliberativo de um clube, vamos e venhamos, não é exatamente um evento gourmet que alimente o desejo do torcedor, tão ávido por uma bola balançando as redes.
Entretanto, os conselheiros envolvidos e chamados para o encontro desta noite têm a noção de sua importância. Se teremos uma presença superior ao quórum padrão de 10% do colegiado, algo em torno de 30 pessoas, isso só saberemos na hora H, mas o que realmente importa é que os que lá estiverem cumpram a sua missão de fiscalizar os atos da Diretoria Executiva. Desta vez há um conjunto de questionamento a serem respondidos para o CD azurra. As perguntas formuladas foram objetivas, não deixando margem ao enrolation dos cartolas que hoje administram o Avaí FC.
O caso do contrato não registrado de Antonio Carlos precisa ser explicado e as responsabilidades lançadas sobre os culpados por um erro tão bisonho. O resultado do diagnóstico financeiro feito por uma auditoria externa em 2014 e o relatório dos percentuais de jogadores também deverão vir à luz, pois tudo o que não precisamos é de caixas pretas na Ressacada.
À esse pacote de explicações, some-se o paradeiro da mega parceria com o grupo Jinggong, o processo da quebra de contrato por parte da ICT até hoje levado em banho-maria, a razão de quase um ano e meio sem patrocinador master, a reforma emperrada do estatuto prometida para o ano passado, além de outros pontos que estarão na pauta e que fomentarão uma acalorada discussão.
Sem medo de errar, nessa noite teremos uma "partida" das mais importantes sendo disputada numa Ressacada em chamas. É uma final de Copa do Mundo fora dos gramados, onde o destino do clube de 500 mil pessoas pode ser definido de maneira séria, madura e profissional. Os vexames precisam acabar, o amadorismo tem que ser expurgado, simplesmente ninguém aguenta mais.
Mas se isso é verdade, também é verdade que podemos ter uma reunião regada à pizza com suco de groselha, o que confirmaria que o Avaí tem um Conselho Decorativo e nada mais. Arte sobre foto AFC

2 comentários:

Boto disse...

Vale o que já falei em outro blog, espero estar errado, mas o nosso CD é mais inútil que o ministério da marinha do Paraguai. Não vai acontecer nada.

Gilberto disse...

Se aparecer alguém da Diretoria já será um avanço. E as explicações serão pouco esclarecedoras. E isso se a culpa não recair sobre a torcida... Ainda assim, que ninguém se surpreenda: todos sairão de lá abraçados e felizes. E o Avaí? Ah, o Avaí é problema daqueles torcedores chatos, que querem que o time ganhe, que o time seja campeão. Só reclamam, pô!

Postar um comentário