Algo de bom aconteceu na Ressacada

|
Estava acompanhando a análise do Professor Kmarão (aqui), onde o levantamento da média de público do Campeonato Catarinense traz uma agradável surpresa nas cores azul e branco. Segundo o matemático, mesmo disputando na parte de baixo da tabela nos últimos dois anos, lutando inclusive para não cair para a segunda divisão, a média de público do Avaí dobrou em relação a 2014.
Não por falta de fortes emoções, conquanto negativas, o crescimento na média do Leão da Ilha foi de respeitáveis 112%, enquanto outros grandes do Estado apresentaram uma sensível queda em suas respectivas catracas de entradas. Até aqui o cenário de audiência traz o JEC na ponta com média de 7.537 torcedores por jogo. A Chape chega com 5.971 e em terceiro o Avaí, com 5135. Lembre-se: isso com uma campanha ridícula na fase classificatória e no Quadrangular da Rabeira.
Não sou um estudioso dos assunto, quando muito um curioso dos movimentos de interesse e consumo das pessoas, mas parece que além daquele tradicional "a merda garrô, vamu pegá junto", podemos ter uma reaproximação do torcedor azurra. Isso precisa ser monitorado, entendido e transformado em ações práticas de continuidade e incremento de novos modelos de relacionamento com o povão.
Diz o Ibope que somos cerca de 500 mil possíveis consumidores produtos do Maior de SC, número grandão que, se não pode ser desprezado em épocas de vacas gordas, imagine agora que o Avaí virou motivo de chacota nacional. Tem que ver isso aí, pessoal do marketing. Foto Jamira Furlani - Avaí FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário