William e o seu joguinho duplo

|
Em janeiro a diretoria do Avaí decidiu que queria repatriar o atacante William, mas "Deus" se meteu nas negociações, mostrou o caminho do Ceará e para lá o rapaz foi. Há poucas semanas o interesse no atleta reserva do Vozão voltou a bater forte na caixa de catarro dos nossos cartolas, o vice-presidente Battistotti e o estagiário de treinador Evando embarcaram para conversar com Batoré e mais uma vez "Deus" melou a dança do acasalamento, dessa vez pela incompatibilidade financeira.
Ontem, do nada, o jogador que ainda tem o salário pago pelo Ceará, resolveu mandar um recadinho para o Avaí através de seu Twitter: "Tenho um carinho gigante pela torcida do Avaí e se for da vontade de Deus ainda volto pra jogar lá." Respondi a ele com o versículo de Êxodo 20:7: "Não tomarás em vão o nome do Senhor, o teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem tomar o seu nome em vão." A sorte do William é a memória "apenas de campo" do torcedor. Estar num clube e enviar recadinho para outro, sinceramente, é sofrer de falta de ética. Foto O Povo Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário