Kleina analisa e elogia o Coxa

|
"Sabemos da responsabilidade de todos o jogos. A gente sabe que precisa pontuar. Temos que fazer identidade em casa e buscar fora. De repente a gente faz análise em cima de uma agremiação, mas o Coritiba é forte, poupou jogadores para nos enfrentar. Mas cada adversário temos que atuar da mesma maneira. Temos que vencer e pensar no próximo, o Flamengo é passado.
Equipes desse nível dão confiança, mas agora é o Coritiba, temos que ter inteligência para nosso objetivo, não podemos viver da vitória do Flamengo. Tem que focar jogo a jogo. O Coritiba tem duas formas de jogar. Ou quatro ou cinco homens de meio, com jogadores que chegaram do Operário. Tem o Ruy, que arma bem, o Rafhael Lucas, o Wellington Paulista briga na área, vai haver o contato.
Se ele vier com três volantes ele libera os laterais. Se vier com dois, opta pelo Negueba na beirada. Tem essas variáveis e temos que impor nosso jogo, ter a inteligência do equilíbrio e ter condições de fazer gol, por isso a necessidade de uma equipe concentrada os 90 minutos". Gilson Kleina em entrevista ao Globo Esporte. Na foto Jackeline dos Santos, a bela da torcida do Coritiba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário