Da série "sonhar não é proibido"

|
Uma matéria da ESPN diz que não passa de boato a intenção da  Caixa em deixar de patrocinar os clubes de futebol assim que seus contratos vencerem. Mas como a crise está grande, já se percebe a nova política comercial que vem reduzindo esse aporte, como no caso do rival do Estreito, que passou de R$ 4,5 anuais de 2014 para os atuais R$ 3 milhões. A novidade é que para 2016 (desde que em dia com as Certidões Negativas de Débito) os clubes que se classificarem para a Libertadores terão um agrado extra da instituição ou, no caso do Avaí, convite para ser um dos abençoados financeiros. Para o Leão da Ilha, há mais de um ano e meio sem patrocinador master, seria uma bênção dupla.

3 comentários:

Renan disse...

Por que o Nike ali? Rumores?

Pablo Antony disse...

E a segunda estrela ali Gerson?
É mais um sonho nosso? Kkkkk

Gerson Santos disse...

RENAN, só reaproveitamento de uma criação gráfica de arquivo.
PABLO, da série "sonhar não é proibido". rs

Postar um comentário