Quatro ippons negativos do rival

|
No judô, ippon significa que um golpe perfeito foi desferido contra o adversário, coisa que a Wilfredo Incorporation praticou com maestria ontem em pelo menos quatro ocasiões. Além das três gravatas dos zagueiros alvinegros em jogadores do Avaí (aqui e aqui), o presidente amigo do peito de Nilton Macedo deixou no vácuo todas as ações previstas para a campanha "Unidos pela paz" do clássico.
Não entraram em campo com a faixa "Diga não ao trabalho infantil", nem com as 11 crianças que usariam a camiseta, nem com a camiseta da campanha da “Paz no Futebol” e, por fim, o capitão deles não usou a faixa escrita PAZ. E tudo isso, pasme, em desagravo a liminar que impediu o jogador França de entrar não apenas no gramado, mas na área de toda Ressacada.
Deixando de lado os três abraços de urso que contaram com a complacência do soprador de apito, lamentamos esse lamentável ippon desferido contra a sociedade pelo empresário-dirigente. Nilton Macedo já sabe que tem que abrir os olhos com seu "parceiro de confiança". Foto Luiz Henrique FFC

4 comentários:

guilherme disse...

esse nosso presidente é um baita de um banana!!!!!

Gilberto disse...

Não, Gerson. Infelizmente, Nilton Macedo ainda não sabe que precisa abrir os olhos com seu "parceiro de confiança". Ele continua achando que os caras são legais, éticos e amigos. Da mesma forma que seu antecessor acreditava na boa fé de PPP e Delfim. Até quando, meu Deus?

Sergio Nativo disse...

Gerson, arrombassi! Escrevinhasse o que eu queria escrivanhar. Onde eu assino, mô pombo?! Nosso presidente que bobinho, acreditou no lobo mau.

Paulo disse...

Segio, esta escondido atras do bigode!!!

Postar um comentário