"Temos que ser fortes no Serra Dourada"

|
Coletiva pós-jogo de Gilson Kleina - "Uma noite que nós tivemos muitas dificuldades, mas eles têm muita movimentação. Fazem uma marcação agressiva, uma equipe completa, com os lados de campo forte. A gente não conseguiu encaixar a marcação e tinha um jogador que furava sempre. O Luan teve muita movimentação e criou dificuldade, eles fizeram essa situação contra o Vasco e conversamos com os nossos volantes. Se a gente individualizasse a marcação teríamos mais problemas. Fizeram dois gols no primeiro tempo e poderíamos ser quatro. Ficamos chateados, mas passa por uma equipe bem treinada. É uma equipe entrosada e com uma qualidade muita forte.
Análise do jogo - A responsabilidade é minha e eu entendo o seguinte. Os jogadores estão fazendo um campeonato na nossa limitação. Os jogadores deles vêm em uma boa fase, nossa equipe foi jogar um pouco no segundo tempo. Pensamos já em todas as situações, o Renan estava com amarelo e eu pensei no Goiás. Nosso gol se sai antes poderia inflamar de outra maneira. Temos que analisar bem nessa derrota e vamos ver de que maneira a gente pode enfrentar o Goiás. Não pode achar que tudo está errado. E temos que ser fortes no Serra Dourada.
Recuperação contra o Goiás - Os profissionais da área física e fisiológica são competentes. Vão recuperar bem, nosso único problema é que ainda não conseguimos trabalhar no nosso campo. Mas todos estão trabalhando forte, sob chuva e agora é trabalhar o emocional. Vamos fazer nosso campeonato, temos totais condições de fazer nosso resultado em Goiânia. O maior estádio do Brasil, vamos tentar compactar e quarta e domingo muda é que em uma semana você tem três jogos e pode fazer nove pontos. Queríamos pontuar contra o Galo e quando eu falei acharam que eu estava respeitando demais. Mas esse jogo não encaixou e eu acredito muito nesse grupo.
Atuação de Anderson Lopes - O Anderson fez uma situação contra o Jemerson no primeiro tempo, mas é rápido. No segundo colocamos ele em cima do Patric e o Roberto. Conseguimos equilibrar, mas com 2 a 0 precisávamos buscar alguma situação. A substituição foi para colocar o Rômulo, que está bem e aconteceu, o lado deles é muito forte." Entrevista base via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário