Avaí, de primeira

|
Apesar da súmula do árbitro Dewson F. da Silva constar os incidentes que ocorreram após o término da partida entre Avaí e Sport na Ressacada, o Leão não corre riscos de ser punido pela Justiça Desportiva segundo o advogado Sandro Barreto. Após o ato no último domingo, o torcedor responsável pelo arremesso de uma pilha e por ter quebrado o alambrado de acrílico foi identificado.
- Os procedimentos foram os normais após o jogo. Indicamos um torcedor pelo arremesso da pilha e da quebra do acrílico. É o mesmo torcedor. Foi à Justiça Presente na partida e isso já exclui o clube de responsabilidades futuras e perda de mando de campo. O clube está tranquilo - disse Sandro Barreto, advogado do Avaí.
A confusão aconteceu ao final da partida que teve um pênalti marcado a favor do Sport aos 46 minutos do segundo tempo tirou a vitória do Avaí na Ressacada - jogo que terminou em 2 a 2. Os jogadores do Leão reclamaram de simulação, e a torcida azurra se revoltou com o árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva, que já havia cometido outros erros durante o jogo. Fonte CBN Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário