Bem-vindos, amigos haitianos

|
O Sport encampou a campanha de doação de sangue, Grêmio e Internacional promoveram a paz nos estádios com um clássico de torcida mista, e todos eles foram destaques no Brasil e no mundo. No rabo desse cometa de responsabilidade social, o Avaí, em parceria com a D/Araújo Comunicação, lançou a Campanha LINYON para promover a inclusão social dos imigrantes haitianos.
Além da entrada dos jogadores no Mineirão com a palavra-tema em suas camisas, uma série de posts nas redes sociais sobre o assunto e o convite atendido por 60 haitianos para assistir Cruzeiro e Avaí numa sala vip da Ressacada, no jogo do próximo sábado (25), contra o Atlético Paranaense, alguns integrantes do grupo assistirão a partida na Ressacada, no meio da torcida do Avaí. 
Se a palavra LINYON no manto azurra não era o cumprimento da promessa de um patrocinador master made in China, isso não importa agora. Os resultados positivos dessa campanha já puderam ser sentidos ontem mesmo, quando vários portais noticiaram a campanha, com elogios de torcedores até de outros clubes. Tudo isso gerou uma agradável pressão para que o projeto não pare por aí.

Um comentário:

Sergio Nativo disse...

Quero saber quando o Avai vai liberar espaço na Ressacada para alguns manezinhos pobres, nordestinos, baiano e paraense que conheço e que gostariam de assistir jogos do Avaí de graça?
Quando vai ser esse convite?

Postar um comentário