Avaí, de primeira

|
Avaí aguarda parecer de Marquinhos - Depois de ficar mais de um mês parado em função de uma inflamação no joelho, Marquinhos gera cautela no Avaí. O meia, que confirmou a necessidade de uma operação no final do ano, vai receber uma atenção especial, e o Leão pensa em administrar as participações de seu capitão no Campeonato Brasileiro.
Nos jogos de meio e final de semana, Marquinhos deve ser poupado em um deles. Ao final da vitória sobre o Flu, o meia indicou que se jogar quinta, contra a Ponte Preta, não teria condições de atuar no domingo, diante do Corinthians, na Ressacada. Diante disso, o Leão pensa em deixar o jogador de fora contra a Macaca. Para o técnico Gilson Kleina, a presença de Marquinhos nos jogos em casa é fundamental, até pela atmosfera que o ídolo cria junto à torcida.
- Marquinhos fez um trabalho especial, precisamos parabenizar a atitude dele, de fazer várias sessões. A gente sabe que equilibrar uma musculatura não é fácil, o departamento médico foi atuante e determinante para ele estar em campo. Todos estavam em volta e fazendo com que ele pudesse jogar. Eu entendo que a gente tem que administrar o Marquinhos, ele passa a ser um atleta especial. Se a gente usar quinta e domingo, pode ter o desgaste novamente, mas o primeiro feedback tem que ser dele. É um jogador importante, mas ele dentro de casa é muito importante - argumentou Kleina.
Caso Marquinhos seja poupado, dois jogadores surgem como favoritos para ocupar a vaga. Renan Oliveira vinha como titular no período de lesão do capitão, enquanto Néstor Camacho foi apresentado e ainda não estreou. Nesta terça e na quarta o comandante azurra começa a indicar a formação para enfrentar a Ponte Preta, que não tem Romulo, suspenso pelo terceiro amarelo. Matéria via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário