Avaí, de primeira

|
Entrevista pós-jogo de Gilson Kleina - "Quero dedicar essa vitória ao nosso torcedor. Mais uma vez ele compareceu, passar o final de semana feliz, um domingo do Dia dos Pais e era preciso retomar as vitórias. Os jogadores foram muito competentes. A gente conversou que nossa gordura tinha acabado e esperamos agora viver outra fase, que o elenco pegue confiança e a gente possa fazer as melhoras. Mas essa vitória foi na base do suor, transformamos suor em vitória."
Alterações na equipe - "O coletivo foi muito forte hoje. Adriano foi bem, marcamos muito e eles tentaram dar mais liberdade para o Ronaldinho. Quando a gente tem uma queda e oscila, buscamos o encaixe. Buscar o equilíbrio ofensivo e a sustentação defensiva. A prioridade era a marcação e a saída em velocidade e criamos a dificuldade quando marcamos saindo na frente. Levantamos dados com a equipe que mais tivemos sustentação. O que queremos passar para o torcedor é que todo dia a gente vem para buscar o melhor para o Avaí, não para ninguém mais. A gente sabe da responsabilidade da permanência do Avaí e não se encaixa uma equipe da noite para o dia."
Planejamento com Marquinhos - "Marquinhos fez um trabalho especial, precisamos parabenizar a atitude dele, de fazer várias sessões. A gente sabe que equilibrar uma musculatura não é fácil, o DM foi atuante e determinante para ele estar em campo. Todos estavam em volta e fazendo com que ele pudesse jogar. Eu entendo que a gente tem que administrar o Marquinhos, ele passa a ser um atleta especial. Se a gente usar quinta e domingo, pode ter o desgaste novamente, mas o primeiro feedback tem que ser dele. É um jogador importante, mas ele dentro de casa é muito importante."
Doping do Renan - "Sobre o Renan, o que me passaram é que ele está com um problema particular e vamos aguardar. É um menino de qualidade, um grande jogador e vamos respeitar para a gente se pronunciar da maneira correta da semana que vem."
Contas de pontuação - "Toda rodada a gente faz conta. Vamos ver, iniciamos a rodada, mas tem muitos jogos pela frente. Fico feliz pela vitória e ela nos dá a condição de se manter e do jeito que foi, foi a segunda vitória da história sobre o Fluminense. Mais um feito que esses jogadores fizeram, o Avaí demonstrou sua força. Quem veio ver o Ronaldinho saiu feliz com a ação dos jogadores do Avaí. Se a gente jogar desse jeito projeta a permanência e é difícil bater a gente." via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário