Menos penteado, mais futebol, Léo

|
A direção do Avaí precisava ir ao mercado atrás de um atacante e foi. Se a opção foi garimpar na segunda divisão o reserva Léo Gamalho, não muito querido pela torcida do Bahia, aí já são outros quinhentos. Particularmente não gosto do currículo recente do atleta de madeixas compridas, que anotou apenas sete gols em 29 jogos pelo tricolor de aço. Rapázi, isso é realmente pouco.
Pelo Twitter as informações que chegaram dos torcedores do Bahia e Santa Cruz não são das mais auspiciosas. Chamou a atenção a análise de Léo Gamalho feita pelo perfil Salvador Coral: "É o artilheiro dos gols inúteis. Faz golaços quando não se precisa mais. Sabe fazer gol se a bola vier açucarada. Bom cabeceador, bate muito bem na bola e cobra pênalti como ninguém, mas é preguiçoso. Vive arrumando o cabelo durante o jogo e se a bola não chegar, não espere nada."
É provável que tudo isso seja verdadeiro nesse momento, tanto que o mesmo profissional que em dezembro pediu R$ 100 mil mensais para vestir o manto azurra, resolveu fazer um descontinho para se encaixar no teto salarial determinado por Nilton Macedo. Daí não caber o site do Avaí dizer que "O jogador (...) sempre manifestou vontade de atuar com a camisa do Leão da Ilha". Menas, bem menas, mas que aqui Léo vire a página, tenha sucesso e queime essa nossa língua ferina.

Um comentário:

Unknown disse...

Tem que vir para jogar igual um leão............ Já tem muita menina no time, Jéci (porra que nome!!!!), Renany Oliveirinha, Vagner e Diego a dupla do leva leva,...... etc

Postar um comentário