Nesse Avaí você é o responsável

|
O Licenciamento azurra divulgou que o Avaí estará presente no game Pro Evolution Soccer 2016 (PES), em contrato assinado com a empresa japonesa Konami, e estará a disposição dos "tarados" a partir de 15 de setembro, com versões para Xbox One, PlayStation 4, PC, Xbox 360 e PlayStation 3. Um negócio que merece ser celebrado, haja vista o generoso dindim que chega via royalties.
Confesso que não entendo nada de videogame, qualquer um que seja, mas imagino que no PES o usuário possa escalar sua equipe e fazê-la jogar como bem lhe der na telha. A escolha dos jogadores, sistema tático, uniforme, enfim, nesse Avaí você é o único responsável por todo o desempenho.
Trazendo para o mundo real, para todos os torcedores e não apenas aos gamers, imagino que formatação você aí daria para o Avaí versão 2015, fazendo de conta que pudesse voltar à janeiro. Que jogadores você não teria trazido? Que técnico estaria no comando desde a pré-temporada? Que atitudes você teria tomado? Em que ações de Nilton Macedo você daria Ctrl+Z?
Fiz esse exercício imaginário e duas coisas saltaram à percepção: a primeira é que conduzir um clube de futebol não é exatamente uma missão mamão-com-açúcar. Ser o único a determinar os caminhos em meio às variáveis incontroláveis do Brasil é uma armadilha cruel. A segunda é que, sim, os cartolas cometeram erros grosseiros na gestão do Avaí. Coisas que nem gamers adolescentes fariam.

4 comentários:

Guilherme disse...

Mas era só o que faltava ter ICT na camisa....
Guilherme Santos

jailto costa disse...

SE EU FOSSE PRESIDENTE ,SEMPRE OLHARIA A ESCALAÇAO,SE VICE ESSAS DOIDURAs q o kleina ta fazendo chamava ele e diria meu amigo ,contra o cruzeiro vc jogou com dois zagueiros o time foi bem o everton santos jogou bem ,entao vamos por ele pela direita ajudando o nino , e por o robeto quando no começo do jogo que o jec vai vir pracima do avai,explorando a velocidade,e nao depois que o jec fez o gol e se fechou ai nao adianta colocar o roberto,cabeça de treinador e bum bum de rapaz pequeno ,agente nunca sabe quando vem a m..........

Ronaldo G. disse...

Se eu pudesse ser o presidente do Avaí eu apostaria muito na base!
Acho que no atual estado, o Avaí tem excelentes promessas na base que poderiam ser integrados ao grupo principal!

Eu sei que catarinense é muito importante, mas eu costumo dizer que o planejamento no futebol tem que ser pra ao menos 2 anos.

Vamos supor, 2016 com o Avaí na série A.

Quem tiver boa proposta (pro Avaí), vá com Deus! Precisamos de dinheiro pra série A! Montamos um time de catarinense com os jogadores que tem contrato e pegamos aqueles atletas da base que julgamos ter potêncial pra jogar um catarinense.

Vejam o exemplo do Renan, poderia ter sido usado muito antes.

O catarinense, principalmente em duas fases, tem que ser um laboratório pra série A. Mesclando a experiência com a juventude, pois pro Avaí ter um grande salto de estabilidade financeira, tem que começar na base do Avaí.

Aí entra também o trabalho dos coordenadores de base do leão. Eu não acho nem um pouco importante ganhar títulos na base. O importante é formar o atleta pro profissional! Ali sim importam os títulos! Eu imagino todo atleta como uma joia, alguns tem talento inerente, mas todos tem potencial pra se tornarem grandes jogadores... É a base que os lapida!

Sergio Nativo disse...

Concodo em parte com Ronaldo G. "O catarinense, principalmente em duas fases, tem que ser um laboratório pra série A." So tem uma coisa meu amigo: Se não ganhar titulos na base para o povão nada presta, ja no profissional o importante não é ganhar titulos ou sanear o clube e sim atender interesses de empresários.

Postar um comentário