Vitória da garra e da disciplina

|
Como já se tornou praxe, o torcedor avaiano ficou conhecendo os 11 titulares do evento apenas 45min antes do início da partida. E as novidades foram muitas, levando-se em conta, por exemplo, a formação da última partida diante do Joinville. Diego tomou as luvas de Vagner, Antônio Carlos pediu a bênção de Emerson, Adriano e Tinga tiveram as sua chances, Pablo voltou do "Polo Sul", Marquinhos, da lesão, e Rômulo já cobrindo a ausência forçada de Tauã.
Mas dessa vez deu certo, o Avaí foi bem distribuído em campo, soube ocupar os seus espaços e diminuir aqueles que pertenceriam ao Fluminense e, sobretudo, incorporou o que M10 chamou de espírito operário. Sem firulas, sem perder o foco e com entrega por 90min, o Leão da Ilha prevaleceu sobre um adversário de respeito, apontado por muitos como um dos favoritos ao título.
Eltinho queimou minha língua. Adriano Pablo e Tinga "roubaram" o meio de campo para si (alguém viu Ronaldinho?). Marquinhos foi discreto e o malemolente André Lima cumpriu a missão e guardou o seu golzinho, o mesmo que foi responsável pelo triunfo. Três pontos para o Avaí e ponto para Kleina, que veio com um "prato" novo, mas dessa vez com gostinho de vitória. Foto Jamira Furlani

Nenhum comentário:

Postar um comentário