Aos 92 anos, ainda sou um garoto

|
"Despertador toca, me levanto e olho no espelho e digo: "Hoje é meu dia, faço 92 anos e não me sinto velho, ainda sou um garoto". Lembro-me como ontem o dia que eu nasci. E minha primeira camisa que vesti em vida, foi a camisa do Avaí, e desde então, essa camisa e esse amor, de mim não saiu mais. É aquele famoso ditado, tudo se acaba, tudo se termina, tudo se muda, MENOS meu amor pelo Avaí. Esse amor, será pra sempre. Tenho duas certezas nessa vida:
1 - Um dia eu irei morrer
2 - Morrerei avaiano

Parabéns Avaí, pelos seus, nossos 92 anos de Raça" João Roberto, torcedor avaiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário