As três maiores decepções de Kleina

|
Com o fraco desempenho no campeonato brasileiro, fruto muitas vezes de invenções na escalação e postura da equipe em campo, é quase um milagre que Gilson Kleina ainda não tenha sido demitido de seu cargo no Leão da Ilha. Mesmo caindo pra série B, periga continuar no clube e digo a razão.
Acredito que boa parte da resignação da direção do clube e até mesmo dos torcedores, parte da compreensão de que além de ter recebido um elenco de reconhecida falta de qualidade técnica, as "ausências" de três peças chaves quebraram todos os planos do professor do Carianos.
Emerson foi contratado como o cara que colocaria a cozinha em ordem, mesmo todos sabendo de sua inatividade deesde fevereiro de 2014, em função de uma cirurgia no tornozelo. Chegou, nunca jogou 20% daquele ídolo que passou por aqui em 2008 e 2010, e hoje é reserva com inteira justiça.
Marquinhos está às voltas com seu grave problema no joelho desde 2013, mas desde então vem dando aquele migué para o bisturi, tentando compensar as dores e limitações físicas com trabalhos de compensação muscular. Não está dando certo, é mais vetado que entra em campo, e quando isso acontece, não consegue ajudar o time como nos bons tempos.
William foi mandado embora pela torcida do Ceará, chegou gordo, se manteve gordo, quando ensaiava justificar sua contratação, teve que ser submetido a cirurgia no tornozelo e só deve retornar no ano que vem. Provavelmente mais gordo, o que demandará esporros continuados. Fotos Avai FC

2 comentários:

Sergio Nativo disse...

Postagem perfeita. Inadmissível que Emerson mesmo vindo de contusão jogue tão abaixo de um peladeiro da minha rua. Marquinho esta pagando preço por sua irresponsabilidade de anos e anos que todo torcedor avaiano sabe de cor. William outro que sempre quis de volta ao Avai me chega gordo? Caramba, como jogador profissional não cuida de seu corpo? Que fizesse como Ricardo Oliveira. Contrata-se um personal trainer e se preparar para quando receber proposta de clubes já entre para ser titular. Não tem desculpas, três péssimos exemplos. Pior, dois evangélicos que pelo que deixaram de produzir, ao final do contrato deviam restituir ao Avaí seus salários até aqui recebidos.

Unknown disse...

Boa noite. E mais, Uelinton, Juninho, Claudinei, Eltinho, Jeci, Tauá, Denner, etc etc etc. Com todos estes dava prá contratar uns 3 com qualidade. Mas q sirva de lição quando for contratar usem as referências técnicas. Abcos. Vadico

Postar um comentário