Empate em ritmo de travessuras

|
Com um gramado muito ruim, drenagem deficiente e a chuva que insistiu cair na Capital, o Avaí teve mais disposição que o Cruzeiro e com méritos anotou com Rômulo, um golaço de fora da área aos 6min da etapa final. O problema foi não ter combinado a vitória com a Raposa, que empatou aos 29min por meio de Leandro Damião, num erro do lateral Romário. Dependendo dos resultados dos jogos da turma do retrovisor, essa noite de Halloween ter dado início a uma rodada de terror infernal para o Leão da Ilha. A zona de rebaixamento, ela pode chegar. Sequemos o Coxa!

2 comentários:

Unknown disse...

Boa noite. Como pode um técnico tirar o Camacho cansado mas brigando, botar o coitado di Marquinhos num gramado pesado e não botou o Adriano para reforçar o meio. Em suma, técnico demostrou toda sua incapacidade. Culpa só dele, além de não saber posicionar uma zaga lerda. Abraços. Vadico

Rafael Silva disse...

Bom dia a todos,

Também concordo com o Vadico e digo mais, quem deixou de ganhar o jogo foi o nosso "professor". Naquela altura do jogo e com resultado positivo ele deveria ter colocado alguém para segurar a partida e não o Marquinhos.
Outro ponto, se você analisar desde o início o lance do gol do Cruzeiro você irá ver que o M10 perdeu a bola que resultou no gol.

Acredito que o técnico do Avai tem medo dos corneteiros de plantão, estes das rápidos que ficaram a semana toda falando do M10.

Forte abraço e vamo que vamo
Rafael Silva

Postar um comentário