Avaí, de primeira

|
Avaí aposta em transição, mas com cuidado para não ficar só atrás - A estratégia está definida. O Avaí entra em campo diante do Flu, neste domingo, à espera da retomada de bola e da saída em velocidade. A ideia é o contrário do que pretendia Raul Cabral diante do Joinville, na última quarta.
Contra o JEC, o treinador gostaria de ter mais a posse de bola, mas a circunstância do jogo não permitiu. Agora, a ideia é utilizar o contragolpe: "Creio que a transição seja uma opção pelo que vi do Fluminense e contra o Joinville não conseguimos ter a bola. Mas quando eu falo de bola, não quero que seja um Barcelona. Não quero isso, quero valorizar a bola com a posse. Fizemos isso durante um certo tempo do jogo contra o Joinville", afirmou Raul Cabral.
Com o time ainda indefinido, Raul Cabral não descartou tirar André Lima do time, mas colocou algumas situações em pauta. É preciso pensar em reter a bola no ataque e não ser atacado a todo instante: "Temos que ponderar as condições do jogo. Não dá para pensar só na transição, há conceitos básicos, estatura, saber se a bola para na frente, temos que ponderar se vale ter um ataque mais rápido, um meio mais compacto, vamos analisar". via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário