O resgate

|
Quando assumiu a presidência do Avaí no final de 2013, Nilton Macedo se comprometeu a limitar em 4 o número de jogadores por empresário. "Mais que isso o clube vira refém", disse à época. Vivendo a realidade de um legado de caos financeiro, Nilton percebeu que o clube não tinha pernas para caminhar sozinho e dois meses depois Eduardo Uram já tinha 14 nomes de seu portfólio encaixados na folha de pagamento. Na partida contra o Flu no último domingo, 8 dos 14 atletas utilizados pertenciam à Brazil Soccer: Vagner, Antônio Carlos, Claudinei, André Lima, Pablo, Anderson Lopes, Renan Oliveira e Rômulo. O pagamento desse resgate, só com uma gestão profissional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário