Eduardo Costa, hoje

|
Essa declaração emblemática, praticamente um passar de régua na atual administração, resume as razões que fizeram Eduardo Costa decair do convite para assumir o Departamento de Futebol do Avaí. Essa foi a segunda parte da frase que começou com "O grande problema do Avaí é institucional". Nilton Macedo, todos os seus muitos assessores, o Conselho Deliberativo, enfim, estão sendo chamados ao profissionalismo, à seriedade ou à entregar o chapéu. Não lembro de uma gestão tão amadora e analfabeta dos mais simples rudimentos do futebol. É surreal, embaraçoso e triste.

4 comentários:

Sérgio disse...

Alguém tinha que ter lucidez nessa tentativa infeliz de tornar mais popular perante a torcida o tal departamento de futebol...nesse caso o convidado que teve que agir, pois os dirigentes da instituição não querem acordar do sonho.

Paulo disse...

Triste o que está acontecendo com o meu Avaí!!

Pablo Antony disse...

E viva o amadorismo que impera no Sul da Ilha do legado inestimável.

Unknown disse...

Tem nome e sobre nome deve ser um dos dois empresários que tem mas jogadores no Avaí ..

Postar um comentário