Gonçalves, a nova aposta do Avaí

|
Ninguém em seu juízo perfeito esperava que o Avaí conseguisse trazer um nome de peso para gerenciar o seu Departamento de Futebol. Sejamos sinceros, um profissional mediano com alguma cancha de mercado já seria motivo de celebração. Com administração desnorteada, cerca de quatro meses de salários atrasados e no Serasa do futebol brasileiro, partiu sandálias da humildade.
Uma amostra dessa dificuldade foi verificada quando o limitado Sérgio Ramirez disse não ao convite. Eduardo Costa, um cabaço para a função, sentiu o drama e acompanhou Ramirez. Júlio Rondinelli foi aventado mas todos sabiam que não aceitaria, um profissional desconhecido de Goiás também rejeitou a honraria, e Geninho saiu fora rapidinho.
Pois bem, eis que Gonçalves resolveu debutar como cartola justamente no Avaí, clube com pouca ou nenhuma bala na agulha para desperdiçar o sim de quem quer que seja. Mesmo do o ex-zagueiro do Botafogo, que traz no currículo prático uma tentativa frustrada de eleição para o cargo de vereador do RJ em 2012, além da experiência como comentarista esportivo em rádios cariocas. E é isso.

2 comentários:

Pablo Antony disse...

Tão conhecido como gerente de futebol quanto eu.

Rafael Silva disse...

Bom dia,

Minha opinião é a seguinte, infelizmente temos que apostar!!!
Assim como Eduardo Costa era uma aposta acredito que o Gonçalves também seja.

Porém independente de quem seja, o fato é que precisamos de "dinheiro" para que estas pessoas possam trabalhar e isto não temos, ou seja, temos que levar isto em consideração antes de julgar fulano ou beltrano.

Como disso, é uma aposta e estou torcendo para que seja positiva.

Abraços
Rafael Silva.

Postar um comentário