Nada a declarar, nada a informar

|
Ontem o presidente Nilton Macedo confirmou a permanência de Raul Cabral como técnico do Avaí para 2016. Pelo menos para o início da temporada ou até que cinco resultados negativos o convidem a entregar o cargo, já que hoje é o nome mais à mão e dentro da realidade financeira do clube.
É tudo o que temos de "planejamento", pois o homem para o Depto de Futebol ainda seja um mistério na Ressacada. É uma situação que causa aflição ao torcedor, haja vista que enquanto as outras equipes de SC já anunciam suas contratações, o Avaí sequer tem quem os procure no mercado.
Informações que apontem para um cenário positivo, essas ninguém tem. Até os caras da RBS, historicamente sempre muito bem abastecidos das quentinhas das internas do Avaí, mal conseguem entender o que se passa na cabeça da cartolagem azurra. Não que falte ligações do presidente, mas é que não há o que dizer mesmo. Sim, tudo aponta para um 2016 à base de ansiolíticos.

3 comentários:

George disse...

Bota o Miguel de treinador e o Raul de diretor de futebol. Ao menos até fevereiro, para eu rir um pouco (do Miguel).

Pablo Antony disse...

É o Avaí brincando com a sorte mais uma vez. E mais uma vez mostrando a cara de sua gestão e deixando claro que ano que vem deve ser mais um daqueles anos em que vamos roer muito as unhas. E pelo jeito, já no estadual.
Para quem achava que não há mal que dure para sempre, o Avaí parece querer mostrar que a ISO 9001 pode vencer está barreira.

SDS Avaianas!

Rafael disse...

Só uma coisa pior que o Avaí. É essa ISO 9001, que atesta organizações que prestam serviços com qualidade. Que mico, hein!

Postar um comentário