Avaí estreia, seja o que Deus quiser

|
Nada melhor que um jogo de futebol para fazer o torcedor esquecer - pelo menos por 90min - a desastrada coletiva de imprensa de ontem na Ressacada. A estreia do Avaí na Copa Sul-Minas-Rio é o assunto do dia, mesmo que sob o olhar de desconfiança do torcedor.
As contratações foram à altura das reservas financeiras, o que aponta para um elenco que não é um dos favoritos ao título. Pra falar a verdade, talvez pela primeira vez desde a sua fundação, em 2016 o Avaí só não é favorito a nada, como periga lutar para não cair em todas as competições.
Raul Cabral já começou tomando na cabeça, já que o homem dos contratos da Ressacada não inscreveu o zagueiro André, o lateral esquerdo Vitor Costa e o volante Judson no BID à tempo e estão fora. Célio Santos e Rafinha, apresentados na quarta-feira, não estão regularizados. 
O gramado da Ressacada está em reformas e por isso o Avaí vai ao estádio da Prefeitura de Chapecó, mas dará 50% da renda para a Chapecoense (?). Menomale que o Grêmio chega com um time reserva, o que pode ajudar o Leão da Ilha a começar bem o ano. Com: Renan; Renato, João Filipe, Gabriel e Paulinho; Braga, Caio Cesar e Diego Jardel; Rômulo, Willian e Lucas Fernandes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário