Sobrou raça, faltou defesa

|
"Sobrou - Raça no time do Avaí que foi a Chapecó, parecendo estar alheio aos problemas da semana  e sabedores que o que é mostrado em campo é que muda o astral dos torcedores, o Avaí não baixou a guarda e mesmo atrás do placar em duas oportunidades foi buscar um empate que pelas circunstâncias teve um leve sabor de vitória.
O leitor mais crítico pode estar pensando mais foi contra o time reserva do Grêmio, é verdade mas este mesmo atento leitor sabe que a maioria destes jogadores entraria jogando nos times da dupla, então valeu pelo conjunto, velocidade na saída de bola e garra, marca do Leão.
Arrumar - O sistema defensivo vai ser o desafio de Raul Cabral, que demonstrou ousadia em um jogo nacional, tirou proveito da situação e soube armar o time com proposta de jogo bem definida. Com calma e mantendo a sede por bom futebol pode conquistar a confiança da nação azurra.
Do meio para a frente vai precisar de mais atenção na proteção a zaga, que bateu cabeça, na frente Willian demonstrou que esta a fim em 2016, a velocidade do time com os meias e ataque agradou, além das mudanças que foram para buscar um melhor resultado.
Gostei - Bruno Alves, Caio Cesar, Renato, Willian, proposta de jogo do Avaí, velocidade azurra no conjunto dos dois jogos da dupla, agora é a largada do catarinense." Análise de Claudionir Miranda para o Infoesporte - Foto Márcio Cunha

Nenhum comentário:

Postar um comentário