Alô alô marciano, aqui é o Avaí

|
Se um viajante das galáxias passasse por aqui há cinco anos, desse uma espiada no futebol catarinense, retornasse para seu planeta e hoje resolvesse pernoitar no Estado, certamente ficaria assustado com o cenário que encontraria. Avaí e Chapecoense se enfrentam e o favorito, a maior força de SC, não é o time de azul e branco. Botar isso na cabeça do ET "daria o porco".
Mas o tempo passou, as realidades se inverteram, a gente sabe exatamente como isso veio a acontecer e o fato é que a primeira meta do Avaí para o Estadual continua sendo afastar a possibilidade de rebaixamento. Entretanto, pelo peso de sua camisa e a força da maior torcida, o fato é que vencendo essa noite, o Leão da Ilha assume a liderança da competição da FCF.
Com o Avaí em campo, todos sabemos que tudo pode acontecer, inclusive nada, então é fundamental que a equipe tenha em mente que seu destino pode ser traçado logo mais em Tubarão. Garra, seriedade e organização em campo serão bem-vindos, já que qualidade técnica e experiência ainda não nos pertencem. Perdendo, pode dar adeus às chances no primeiro turno.
O Avaí não terá William, suspenso por vermelho, que mesmo bem acima do peso é peça vital nesse time. João Filipe, lesionado, e Judson ainda é dúvida por conta de um furúnculo na coxa. Um furúnculo, meus amigos! Assim em aberto, as possibilidade para hoje são Renan; Renato, Gabriel, André Santos, Vitor Costa, Judson (Braga), Caio César, Rafinha, Diego Jardel, Romulo, Tauã (Iury).

Nenhum comentário:

Postar um comentário