Entrevista pós-jogo de Raul Cabral

|
"Desde o início tenho falado que o 1° turno era a montagem do modelo de jogo, era uma equipe consistente, era botar os atletas mais jovens e ver os atletas que estão prontos para vestir a camisa do Avaí. Estamos fazendo uma avaliação com o depto de futebol. Sabemos que o clássico é um jogo dificílimo e que a cobrança é grande. Falei para os atletas que se o nível de concentração for esse, vamos acabar perdendo o clássico, temos que ter um nível de concentração maior."
Avaliação do jogo - "Acho que o gramado atrapalhou na segunda parte, na primeira parte eu acredito que não, o campo aguentou bastante. Até a gente conseguiu manter a posse da bola. Acho que iniciamos o jogo muito bem, cerca de 20 minutos muito bons, com uma posse de bola, criando, circulando, depois oscilamos e começamos a errar.
Ficou uma equipe irregular, começou a errar muito e proporcionar situações para o Brusque. Iniciamos o segundo tempo e tomamos o gol logo de início, e a equipe sentiu muito. Acredito que somente após a entrada do Lucas Fernandes, a equipe ganhou um pouco de força, voltou a brigar e cresceu. Viramos o jogo, mas numa infelicidade, sofremos o gol. No final, ficou um jogo aberto, tanto o Brusque poderia ganhar, como a gente. O gramado proporcionou essa situação. Ficou bola longa."
Três armadores - "Para o início do jogo, tivemos um bom controle de posse com os três meias, conseguimos controlar e criar. Com o passar do tempo o gramado começou a ficar pesado, os atletas sentiram, foi uma questão do jogo, e a gente parou de ser um time passados a ter uma bola mais longa. Daí coloquei o Lucas Fernandes e criamos algumas situações. Tem o gol do Lucas e a outra situação a jogada do Iury. Jogadas pela beiradas já que o campo não estava ajudando."
Avaliação da defesa - "É uma coisa que estamos batendo desde a pré temporada que é a questão da consistência defensiva nesse jogo. Ficou explicito que erramos muito, corremos vários riscos. Não pode o referência do Brusque terminar o jogo com 7 finalizações. Erramos muito. Crio que não foi só pelas beirada, acho que foi por dentro também, no miolo da defesa. Crio que a gente precisa evoluir nessa questão. Erramos bastante, tomamos três gols, mas conseguimos ir bem também."
Diego Jardel - "Acho que o Jardel foi abaixo em Joinville. O jogo de hoje iniciou bem a partida, as principais jogadas estavam sendo criadas em uma triangulação com  Renato e o caio ou Chapecó. Depois o campo pesou. Realmente ele não conseguiu manter a regularidade para cima. Na parte final ele mostrou força e o querer a vitória, buscou oportunidades, teve chegada no rebote do William, não vejo que o Jardel foi mal. O descanso do jogo amanhã é importante para ele e os demais, vamos ter uma folga amanhã, são poucas folgas, vamos aliviar a carga." via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário