Fidelidade não é conformismo

|
Há mais de uma década o Avaí tem a mentalidade perdedora, sempre encoberta pela paixão que diz "vai melhorar". Gestão amadora, jogadores-aposta, excesso de negociações, entra e sai de técnicos, motins internos, falta de respeito com os símbolos, atrasos salariais, falta de patrocínios, participações medíocres até em Estaduais, apelos de "agora é a hora dos verdadeiros avaianos". O elenco é limitado por conta da "gestão de continuidade". Pode evoluir muito, mas não terá tempo. Um novo "incêndio" sempre está à frente. E mesmo que todo esse processo se repita, ao final dele haverá a convicção mediúnica que "tudo vai melhorar". Basta continuar apoiando. Será? via Twitter Avainews

2 comentários:

Sérgio disse...

Claro que ninguém está contente com a atual situação do nosso time, mas acho que há um exagero em teu comentário. Na última década o Avaí conquistou três títulos estaduais. Retornou a elite do futebol brasileiro depois de 30 anos. Neste última década, participou quatro vezes da série A, obtendo a melhor campanha de um time Catarnense. Houve um significativo aumento patrimonial. Claro que ainda é pouco, mas mentalidade perdedora, jamais!!!

Luciano Ludwig disse...

Como já citei em outro post: "A tropa é o reflexo do seu comandante."

Postar um comentário