Mais um trabalho de Hércules

|
Tivesse vencido a Chapecoense na última rodada e o Avaí sairia bonito como líder do Campeonato. Não foi o que aconteceu, a inexperiência do plantel é grande e a derrota foi um licor amargo, conquanto normal para a realidade do time da Ressacada. Neste domingo, novamente, surge outra boa oportunidade de recuperação, pois uma vitória sobre o JEC, combinada com tropeços de Brusque e Metrô, e o Avaí pode acabar a quinta rodada na terceira colocação geral.
Uma derrota, entretanto, sepulta de vez as pretensões de Raul Cabral em conquistar o primeiro turno e garantir vaga na final. O técnico avaiano vai tentando cumprir os seus trabalhos de Hércules, cada vez mais difíceis, hoje tentando "matar" o Coelho com ainda mais garotos da base pelas ausências de Judson, João Filipe, Rafinha e Caio César. Menomale que William está de volta após cumprir suspensão pelo vermelho ridículo recebido do árbitro diante do Camboriú.
Espera-se um Avaí cauteloso, que na linguagem popular significa muito recuado, esperando o adversário e torcendo por uma bola bêbada lá no ataque. O temos é que Raul Cabral se apavore com a possibilidade de mais uma derrota, o que teria um péssimo impacto na tabela, e entenrre a sua equipe na defesa. Assim, o Avaí deve ir de: Renan; Renato, André Santos, Gabriel e Vitor Costa; Braga, Renato Júnior, Lucas de Sá, Diego Jardel; Rômulo e Willian.

Nenhum comentário:

Postar um comentário