Raul Cabral defende William

|
"Achei que foi um lance de jogo. Tem a questão do perfil do jogador. Se a arbitragem fizer uma leitura, sabe que o William não é um jogador de agressão. Ele acertou sem intenção e acabou expulso. Entendo a arbitragem, mas sei que não é do perfil do William algo assim. Esse lance foi uma questão de interpretação. Mas a gente não pode transferir o resultado da partida para os outros".
Experiência - "Temos uma equipe muito jovem, e eles demandam experiência e vivência. Como a comunicação, ocorreram algumas falhas. O lance do gol do Camboriú foi uma falha de comunicação. Vejo que esse é o principal ponto de erros dentro do nosso grupo. Falhas que são normais. A gente sabia que ir ser normal, dentro de uma oscilação da equipe."
Questão física - "A gente está procurando fazer o monitoramento de atleta para atleta. Saber como estão se comportando. A gente tem o controle dos testes físicos. O departamento me passou que seria uma situação preocupante no início do ano, com uma quantidade grande de jogos. Tem que ter paciência, talvez ter que tirar de um jogo e não perder por mais tempo." via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário