Só um time jogou

|
"Exagerou na dose - A garotada até vinha correspondendo e jogava um futebol de satisfatório para bom nas últimas partidas. Mas entendo que Raul Cabral exagerou na juventude e o Avaí pagou a conta no Beira-Rio. A derrota por três a zero foi construída com facilidade pelo adversário e teve direito a falha do goleiro avaiano. A equipe se mostrou perdida em campo e envolvida por um Inter querendo escapar do início de uma crise. O jogo quarta-feira praticamente não dá para ser avaliado. Só um time jogou. O Colorado colocou a bola no chão e o Leão na roda. Dois gols nos últimos cinco minutos do primeiro tempo foram consequência de tudo que se via na partida.
Sequência e consequência - Esse resultado do Avaí, jogo em que o goleiro Mauricio foi colocado na fogueira em cima da hora, não pode comprometer o trabalho que vem sendo feito. É preciso manter a convicção de que é possível formar uma boa base para a Série B do Brasileiro. Algumas joias já se destacam e só precisam ser lapidadas/orientadas. Cabral tem sido coerente nas análises feitas no pós-jogo e isso já é um ponto positivo. Agora o Leão tem dois jogos como mandante: Brusque (em Palhoça) e Figueirense (Ressacada). E repito: o jogo de POA não tem motivos para trazer grandes consequências neste bom início de trabalho." Claudionir Miranda para o Infoesporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário