Uma chuva de gols

|
"Para quem é adepto de emoção, ela não faltou em Palhoça. Para o torcedor azurra não precisava tanto, né?! Bastavam os três tentos marcados pelos jogadores avaianos no 3 a 3 com o Brusque. O jogo, apesar do gramado pesado, agradou pela movimentação. O Avaí começou melhor ao impor seu ritmo e ao buscar o ataque. As investidas ocorriam pelo lado direito, onde o lateral Renato descia com muita facilidade e criava as principais jogadas. E assim foi até surgir o primeiro gol azurra.
A partir daí, Mauro Ovelha fechou a porta no seu lado esquerdo defensivo e melhorou o toque do bola. E então veio o empate do Brusque. Os visitantes, inclusive, terminaram melhor o primeiro tempo. Na segunda etapa tudo foi muito parecido com os últimos 15 minutos do tempo anterior. O Brusque seguiu melhor e conseguiu a virada. Teve ainda as chances de matar a partida.
Mas então surgiu Rômulo, até então sumido do jogo. Foi dos seus pés que nasceram a jogada para Lucas Fernandes fazer um golaço. A virada Azurra veio com o guerreiro William. Depois o novo empate do Brusque na bola parada. O placar foi justo, pois os visitantes terminaram melhor o jogo e também mais próximos de um quarto gol." Claudionir Miranda para o Infoesporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário