A meta é não cair duas vezes

|
Depois de um primeiro turno que deixou o torcedor surpreso com a 2ª colocação geral, talvez estejamos vendo a justa acomodação das batatas na carruagem do elenco que Raul Cabral tem nas mãos. Já são três derrotas consecutivas e por placares nada modestos: 2x0 para o Criciúma na Ressacada, 3x0 para o Coritiba no Couto Pareira e doloridos 4x1 para o glorioso Metropolitano no João Marcatto. Precipitadamente até Raul já está sendo contestado. Faça-me o favor!
Sinceramente não me assusto com essa sequência negativa, já que aqui nesse espaço repito desde janeiro feito vitrola velha que a meta do Avaí para 2016 é não cair para a segundona. O objetivo está sendo alcançado, então a preocupação fica por conta apenas dos reforços que precisam chegar para a disputa da série B. Não para ser campeão ou conquistar o acessos, que isso fique bem claro, mas não ser chutado para a série C, o que seria um desastre terrível.
É chato escrever isso, mais chato ainda trabalhar com baixas expectativas, mas essa é a realidade do Avaí que continua muito mal administrado por Nilton Macedo e seus muitos assessores. Toca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário