Derrota na estréia do returno

|
"O resultado de vitória não veio, esbarramos em nossas limitações individuais. Fizemos um bom jogo, com posse de bola, tentando entrar na defesa do Criciúma, mas sem sucesso. N\as únicas duas chances claras de gol que tivemos, Braga perdeu um gol cara a cara com goleiro e Yuri jogou para longe a chance de anotar.
Nosso primeiro tempo foi abaixo, não conseguimos furar o bloqueio defensivo do Tigre e ainda falhamos na defesa, ocasionando os dois gols adversários. Nosso segundo tempo foi melhor, conseguimos pressionar e empurrar o Criciúma para trás, mas somente depois da entrada de Lucas Fernandes, uma vez que Diego Jardel mais uma vez nada produziu. Disperso, lento e desinteressado, o "camisa 10" avaiano foi muito mal no jogo.
Lucas Fernandes é o único atleta em nosso elenco que tem um bom 1x1, várias vezes conseguiu levar vantagem em cima dos defensores do Tigre, desequilibrando a defesa e causando perigos ao gol adversário. Entre todos, Braga mais uma vez se destacou. Embora tenha perdido um gol cara a cara, me agrada muito o fato de vê-lo chegando na área adversária.
O placar foi justo, foi a vitória da eficiência do Criciúma. O Avaí tentou, mas não teve a competência de colocar a bola na rede. Organizado, sem se descontrolar, mas com limitações técnicas. Hoje temos poucos, para não dizer que não temos em nosso elenco, jogadores que decidam um jogo.
Vida que segue, sabíamos que o Catarinense seria muito difícil pela situação que o Amado deixou o clube no ano passado. Não adianta pensar em final agora, precisamos pensar jogo a jogo, se lá na frente tivermos condições de disputar o titulo, será um plus a mais." Rodrigo Silveira, Sangue Azurra

Nenhum comentário:

Postar um comentário